Previsão de mais tempestades para o Rio Grande do Sul

22/01/2018 às 15:32
por Maria Clara Machado

Atualizado 22/01/2018 às 16:38

Oferecimento
Situação ainda é de alerta para chuva forte e ventania

O Rio Grande do Sul permanece em alerta para chuva intensa neste início de semana. O estado gaúcho voltou a registrar tempestades durante o fim de semana, com grandes acumulados e rajadas de vento que superaram os 100 km/h. 

 

A pressão do ar continua baixa sobre a região e grandes nuvens carregadas se formam. Além da presença de sistemas de baixa pressão atmosférica, a circulação de ventos sobre o Brasil continua forçando a concentração de ar quente e úmido em direção ao Rio Grande do Sul e a Região Sul de maneira geral. 

 

SAT_SUL_tarde_22.01

   Imagem de satélite mostra fortes áreas de instabilidade espalhadas pelo noroeste gaúcho e região serrana na tarde desta segunda-feira (22). 

Beto Gonçalves e Canela, ambas na região serrana, acumularam pouco mais de 20 mm no período de três horas, na tarde desta segunda-feira (22).

 

Serão pelo menos mais três dias consecutivos, entre esta segunda-feira (22) e a quarta-feira (24) com tempo bastante instável, sujeito à várias pancadas de chuva de forte intensidade, raios e rajadas de vento intensas, que poderão chegar novamente a 100 km/h. Também há risco de tempestades na Grande Porto Alegre

 

Atenção especial com a fronteira oeste do Rio Grande do Sul com a Argentina, onde são esperados os maiores volumes de chuva, podendo chegar a 150 mm. 

 

Confira os volumes de chuva estimados para o Rio Grande do Sul nos próximos dias:

 

 

Volumes de chuva e rajadas de vento em 24 hs 

O município de Cruz Alta registrou o maior volume de chuva do país, no período de 24 horas, entre às 10 horas de domingo (21) e às 10 horas desta segunda-feira (22), com acumulado de 100,6 mm. No mesmo período, choveu 81 mm em Soledade, 60,2 mm em Santa Rosa, 55,4 mm em Ibirubá, 52,6 mm em Santiago, 51,8 mm em Tupanciretã.   

 

Juntamente com os temporais, foram registradas rajadas de vento de 128 km/h em Tupanciretã e de 75 km/h em Passo Fundo e em Santa Vitória do Palmar. Todos os dados são do Insituto Nacional de Meteorologia (INMET).

 

Veja também:

Florianópolis: Chuva de janeiro quase dobra a média  

Concentração da chuva muda sobre o Brasil até o fim do mês

CIDADES RELACIONADAS

Florianópolis - SC

13°
min

18°
max

5mm / 90%

Porto Alegre - RS

13°
min

17°
max

0mm / 0%