Muita chuva sobre o Rio de Janeiro

21/02/2018 às 14:45
por Josélia Pegorim

Atualizado 21/02/2018 às 22:56

Oferecimento
Risco de temporais aumenta nesta quinta-feira. Madrugada de 21 de fevereiro foi a mais quente do ano na cidade do Rio de Janeiro.

Novas áreas de instabilidade se desenvolveram na Costa Verde e avançaram pelo mar, atingindo a cidade do Rio De Janeiro pouca antes das 20 horas. Segundo o CEMADEN - Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais, entre 20h40 e 21h40 choveu 49 mm no Alto da Boa Vista, 45,8 mm na Ilha do Governador. 

 

Segundo o Alerta Rio/Prefeitura do Rio de Janeiro, entre 19h35 e 20h35 choveu 21,4 mm em Sepetiba e 21,2 mm em Guaratiba. A base aérea de Santa Cruz, na zona oeste carioca, registrou chuva forte e rajadas de vento com 64 km/h às 20 horas.

 

Volumes de chuva acima de 50 mm foram registrados pelo CEMADEN em apenas 1 hora

 

 

Chuva forte sobre o Rio de Janeiro em 21/2/18

 

 

Durante a tarde, em apenas 3 horas, estas áreas de chuva que avançaram sobre o Rio de Janeiro na noite da quarta-feira, 21 de fevereiro, provocaram quase 68 mm em Angra dos Reis /São Bento, pela medição do CEMADEN - Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais.

Imagens de satélite mostravam que estas áreas de instabilidade avançavam ainda fortes para a região dos Lagos. Há risco de chuva forte com raios e vento forte. 

 

 

 

Chuva forte avança sobre o Rio de Janeiro em 21-2-18 (radar meteorológico do Sumaré)

 

Na animação, as nuvens mais carregadas, com maior potencial para temporais aparecem como manchas vermelhas e amarelas.

 

RJ_temporal tarde-noite 21-2-18_ok

 

No início da tarde da quarta-feira, 21, nuvens bastante carregadas cresceram em vários locais do estado do Rio de Janeiro provocando pancadas de chuva moderadas a fortes sobre o Grande Rio, sobre a Região Serrana fluminense e próximo da região dos Lagos. Estas nuvens se formaram por causa do forte aquecimento e da alta umidade do ar.

 

Pouco antes das 16,30, as áreas de instabilidade já não atuavam mais sobre a cidade do Rio de Janeiro e não havia chuva sobre  o Rio às 17 horas. O radar meteorológico do Sumaré, operado pelo Alerta Rio - Prefeitura do Rio de Janeiro, ainda mostrava chuva moderada em áreas da região serrana do Rio de Janeiro e sobre municípios do Grande Rio. Ainda há risco de chuva forte no decorrer da tarde e a noite desta quarta-feira, com raios e rajadas de vento. Atenção especial à Baixada Fluminense e as zonas norte e oeste da cidade do Rio. 

 

Na imagem captada pelo satélite GOES 16 das 16h30 local mostrava os núcleos de nuvens carregadas (manchas vermelhas) sobre a Região Serrana e parte do Vale do Paraíba

 

 

Na imagem captada pelo satélite GOES 16 às 14 horas mostrava os núcleos de nuvens carregadas (manchas vermelhas) sobre a Região Serrana e Grande Rio

 

 

 

 

O núcleo de nuvens carregadas que se formou no mar, perto da Região dos Lagos, provocou chuva forte em São Pedro d´Aldeia às 14 horas, com rajadas de vento de 59 km/h.

Acompanhe a chuva sobre o Grande Rio pelo radar meteorológico do Sumaré no site da Climatempo.

 

Alerta para temporais nas próximas 48 horas

Uma frente fria avança pelo litoral do Rio de Janeiro nesta quinta-feira e intensifica as áreas de instabilidade. Há risco de temporais no estado na quinta e sexta-feira. Veja alerta especial.

 

 

Foto de Carolina Pinheiro, Rio de Janeiro (RJ)

 

 

Madrugada mais quente do ano na cidade do Rio

A madrugada de 21 de fevereiro foi a mais quente do ano até agora na cidade do Rio de Janeiro. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou 24,8°C de temperatura mínima, registrada na Vila Militar, zona oeste carioca.

Por volta do meio-dia, o aeroporto de Jacarepaguá registrou 37°C, com sensação de calor de 45°C. Na região do aeroporto Santos Dumont, no centro do Rio, a temperatura às 11 horas dera de 34°C, com sensação de calor de 44°C.

 

 

CIDADES RELACIONADAS

Boa Vista - RR

24°
min

29°
max

30mm / 67%

Rio de Janeiro - RJ

14°
min

24°
max

5mm / 60%