São Paulo está tendo um dos meses de abril mais secos desde 1961

26/04/2018 às 18:06
por Josélia Pegorim

Atualizado 27/04/2018 às 12:05

Oferecimento
Ar seco predomina sobre o estado de São Paulo no fim de semana prolongado de Primeiro de Maio

O estado de São Paulo secou em abril. Os eventos de chuva foram poucos e especialmente pelo litoral. Na cidade de São Paulo, a secura de abril é percebida no horizonte escurecido pela poluição, na qualidade do ar que piorou, na garganta e na pele ressecada e também nos pluviômetros. Abril de 2018 deve terminar como sendo o terceiro abril mais seco na capital paulista desde 1961, portanto em 57 anos de medições.

 

De 1 a 26 de abril, o Instituto Nacional de Meteorologia registrou apenas 28,0 mm na estação meteorológica do Mirante de Santana, na zona norte da capital paulista. Esta está sendo a terceira menor quantidade de chuva acumulada em um mês de abril desde 1961. Em abril de 2016 choveu 2,4 mm e em 1978, o mês abril fechou sem chuva no Mirante de Santana.

 

Foto de Peter Gatz Birle - São Paulo, SP

 

Previsão de chuva

Com uma massa de ar seco se intensificando sobre o centro-sul do Brasil, a chance de chover no estado de São Paulo é baixa pelo menos até o final de abril. Até o fim do fim de semana prolongado de  Primeiro de Maio só há previsão de alguma chuva para a tarde do sábado, dia 28, na região de Presidente Prudente. Não há expectativa de chuva para a Grande São Paulo até 1 de maio.

 

O sol e o tempo seco predominam na capital, no litoral e no interior no fim de semana prolongado de Primeiro de Maio. A umidade relativa do ar deve baixar para valores entre 20% e 30% à tarde na maioria das áreas do interior paulista. Níveis de umidade no ar pouco acima dos 30% devem ser registrados na cidade de São Paulo.

 

CIDADES RELACIONADAS

São Paulo - SP

20°
min

32°
max

8mm / 67%