Ar seco predomina no Centro-Oeste

07/05/2018 às 14:40
por Angela Ruiz

Oferecimento
Mudanças no tempo devem acontecer no próximo fim de semana

Nesta terça-feira (08), uma grande massa de ar seco predomina na Região Centro-Oeste e dificulta a formação de nuvens carregadas. O dia será marcado por bastante sol, alguma nebulosidade mas sem condições para pancadas de chuva, exceto no extremo sul de Goiás onde são esperadas rápidas pancadas de chuva em pequenas áreas. 

 

A semana segue sem grandes mudanças no Centro-Oeste. Com o ar quente e seco predominando nesta segunda semana de maio as nuvens de chuva não conseguem se formar sobre a Região. A temperatura fica elevada e a umidade baixa de forma significativa nas horas mais quentes do dia.

 

A Organização Mundial de Saúde (OMS) estabelece que índices de umidade do ar abaixo de 60% já são prejudiciais para a saúde humana. 

 

Porém, uma grande frente fria está prevista para chegar ao Centro-Oeste no próximo fim de semana trazendo chuva para muitas áreas da Região, especialmente para o estado do Mato Grosso do Sul que está a quase 30 dias sem chuva frequente e significativa.

 

Fim de semana foi seco  

No último fim de semana, Campo Grande foi novamente a capital mais seca do Brasil. O INMET registrou até 37% de umidade no ar no domingo(06) e 31% no sábado (05). Pancadas de chuva ocorreram em alguns locais do Mato Grosso do Sul no fim de semana. Em Campo Grande, a chuva foi fraca. O INMET registrou na tarde de domingo 1,4 milímetros. 
 
Já em Porto Murtinho choveu forte de sábado para o domingo. Foram acumulados 40,2 milímetros de chuva, segundo o INMET.
 
Choveu bem fraco em Amambai e Juti de ontem para hoje, com acumulado de apenas 0,2 mm.
 
Foto: Jhonatas - Nova Canaã do Norte - MT

Umidade do ar baixa requer atenção com a saúde

Comum nesta época do ano, a baixa umidade do ar pode desencadear uma série de complicações respiratórias e agravar doenças já existentes. É preciso ficar atento às classificações do índice de umidade relativa.
 
De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o estado de atenção acontece quando a umidade relativa do ar está abaixo de 30%, e em estado de alerta quando estiver menor que 20%. Com menos de 12% o estado é de emergência. Quanto menor for a umidade do ar, mais cuidados devem ser tomados para evitar complicações alérgicas e respiratórias. O ideal é ingerir bastante liquido e evitar exposição ao sol entre 10 e 16 horas. 
 
 

CIDADES RELACIONADAS

Campo Grande - MS

22°
min

35°
max

0mm / 0%