Semana com alerta para ressaca do RS ao RN

02/07/2018 às 17:38
por Josélia Pegorim

Oferecimento
Mar fica muito agitado por vários dias em toda a costa leste do Brasil.

A primeira semana de julho de 2018 será marcada por predomínio de sol, ar seco, parado e quente no interior do continente, mas no mar, a situação vai ficar complicada. Uma forte agitação marítima se espalha pela costa leste do Brasil nos próximos dias e grandes ondas vão bater no litoral desde o Rio Grande do Sul até o Rio Grande do Norte até o fim desta semana.

 

A grande e forte agitação marítima é gerada pela passagem de um grande e intenso ciclone extratropical pela costa da Argentina. Este sistema fica bastante ativo na costa argentina entre os dias 3 e 4 de julho e se afasta em alto-mar durante o dia 5 de julho.

O mapa da previsão da pressão atmosférica mostra a posição deste ciclone extratropical às 9 horas (Brasília) do dia 3/7/18.  


A letra B representa a área de baixa pressão atmosférica de um ciclone extratropical



Na costa do Sul e do Sudeste, do Rio Grande do Sul ao Rio De Janeiro, o pico da agitação no mar será os dias 5 e 6 de julho. Entre o Espírito Santo e o Rio Grande do Norte, o dias com mais mais agitado serão 6 e 7 de julho.



br_asig_shd

Previsão da agitação marítima na costa do Sul, do Sudeste e do leste do Nordeste

de 3 a 10 de julho de 2018

 

 

A agitação marítima esperada para esta primeira semana de julho certamente estará entre as mais intensas, amplas e prolongadas deste ano. Navegantes devem ficar muito atentos para o mar grosso e ventos fortes e aos avisos especiais emitidos pela Marinha do Brasil. Os banhistas devem evitar o banho de mar no decorrer desta semana.

 

Ressaca

É alto o risco de ressaca para a maioria das áreas litorâneas do Sul, do Sudeste e da costa leste do Nordeste. As ondas podem superar os 3 metros em algumas praias do Sul, de São Paulo e do Rio de Janeiro.

 

No litoral da Região Sul, o risco de ressaca é alto nos dias 4, 5 e 6 de julho. O mar fica menos agitado no dia 7 de julho, mas ainda estará perigoso.

No litoral de São Paulo e do Rio de Janeiro, os dias com alto risco de ressaca serão os dias 5 e de julho. A agitação diminui no dia 7 sábado, mas o mar ainda estará perigoso para banhistas e navegantes.

Na costa do Espírito Santo, entre os dias 6 e 7 de julho, as ondas podem alcançar picos de 2,5 a 3,0 metros,  mas só em mar aberto. As grandes ondas não chegam à praia porque a direção não será favorável.

Na costa leste do Nordeste, entre Sergipe e o Rio Grande do Norte, as ondas podem atingir picos de 3,0 metros no dia 7 de julho.

CIDADES RELACIONADAS

São Paulo - SP

12°
min

26°
max

0mm / 0%

Rio de Janeiro - RJ

14°
min

30°
max

0mm / 0%