SP esquenta mais na sexta, mas tem frente fria à vista

19/07/2018 às 20:57
por Josélia Pegorim

Oferecimento
A tarde de 20 de julho de 2018 pode ficar entre as mais quentes já registradas na cidade de São Paulo nos últimos anos, para um dia de julho.

Em 19 de julho, a cidade de São Paulo completou 80 dias praticamente sem chuva. No dia 10 de julho choveu fraco em alguns locais da zona sul da capital paulista. Mas no pluviômetro da estação meteorológica localizada no Mirante de Santana, na zona norte da capital, onde  Instituto Nacional de Meteorologia faz medições de chuva diariamente desde 1943, não caiu uma gota de chuva desde o dia 15 de junho. Neste local já são 35 dias consecutivos de seca. Do dia 1 de maio até 19 de julho, o INMET registrou apenas 8 dias com alguma chuva no Mirante de Santana totalizando 23,5 mm.

 

Sexta seca e quente

Sem chuva e com calor! É assim que os paulistas passam a sexta-feira, 20 de julho. A temperatura permanece acima do normal para um dia de julho e passa dos 30°C no interior e pelo litoral.

 

Na cidade de São Paulo, a tarde de 20 de julho de 2018 pode ficar entre as mais quentes já registradas para este mês de inverno desde 1952. Segundo o INMET, a maior temperatura já registrada em julho em São Paulo, de 1952 a 2018, até agora, foi de 30,2°C, em julho de 2006.

Pelo histórico do INMET, a maior temperatura na capital paulista em julho de 2017 foi de 26,1°C. Em 2016, a máxima de julho foi de 29,2°C e em julho de 2015, a temperatura chegou aos 29,3°C.

 

A temperatura máxima na cidade de São Paulo medida às 15 horas da quinta-feira, 19, foi de 27,5°C. No interior do estado, a maior temperatura registrada pelo INMET, por instrumentos automáticos, foi de 32,5°C, em Tupã. No litoral paulista, a maior temperatura ocorreu em Iguape, 30,6°C.

 

A secura do ar vai continuar incomodando os paulistas. Nas horas mais quentes da tarde, índices de umidade relativa do ar entre 20% e 30% voltam a ser observados na Grande São Paulo e no interior.

 

Foto de Santos Albuquerque, São Paulo (SP)



Frentes frias à vista

Uma frente fria vai passar por São Paulo no fim de semana, mas os paulistas não devem esperar por chuva. A nebulosidade aumenta e o calor será aliviado em muitas áreas, incluindo a Grande São Paulo, mas a chuva ficará só no litoral e mesmo assim, fraca.

No sábado, a temperatura já começa a baixar no oeste e no sul do estado. A sensação será de um friozinho em cidades como Presidente Prudente, Ourinhos, Avaré, o Vale do Ribeira e o litoral sul. A Grande São Paulo e as outras áreas do interior e do litoral vão sentir a queda da temperatura só no domingo, 22.

A passagem desta frente fria traz mais ventos para a Grande São Paulo que vão ajudar diminuir a concentração de poluentes. Os índices de poluição aumentaram esta semana com a falta de chuva e de ventos. Veja como fica o tempo em SP nos próximos dias.

 

Outra frente fria passa por São Paulo na terça-feira, 24 de julho . Esta vem mais forte e trazendo muito vento marítimo. Na próxima próxima semana, a população da Grande São Paulo terá outra sequência de dias úmidos e frios, como ocorreu na semana passada, entre os dias 10 e 13 de julho, quando a cidade de São Paulo teve tardes com menos de 20°C e madrugadas com temperatura em torno dos 10°C.

 

Esta frente fria poderá provocar chuva no litoral e na Grande São Paulo e até em algumas áreas do interior paulista.

CIDADES RELACIONADAS

São Paulo - SP

14°
min

26°
max

0mm / 0%