Grande SP ainda tem temperatura amena nesta quarta

24/07/2018 às 19:08
por Josélia Pegorim

Atualizado 25/07/2018 às 20:14

Oferecimento
Semana deve terminar quente e seca em SP. Em 115 dias, a cidade de São Paulo acumulou apenas 20% da soma das médias de chuva de abril a julho.

Grande SP ainda tem temperatura amena nesta quarta

O vento marítimo ainda predomina sobre São Paulo nesta quarta-feira e vai manter a umidade no ar relativamente alta na Grande São Paulo e em todo o sul e leste do estado. Este vento marítimo traz ar úmido e frio do mar porque é gerado por uma forte massa de ar, de origem polar, que se desloca sobre o oceano entre o Sul do Brasil e a província de Buenos Aires, na Argentina.

 

A Grande São Paulo fica nublada no começo da manhã, com muita névoa, mas aos poucos o sol aparece, ainda entre muita nebulosidade, mas não há expectativa de chuva. A temperatura tem ligeira elevação, mas a sensação ainda será de um friozinho no começo da manhã e a partir do fim da tarde. Por volta das 18 horas da terça-feira, 24, o aeroporto de Congonhas registrava 16°C, com sensação térmica de 13°C.

 

A maioria das áreas do interior de São Paulo tem uma quarta-feira com sol e algumas nuvens, mas nada de chuva. O dia amanhece com temperatura amena, mas de forma geral faz calor à tarde.

Cidades do Vale do Paraíba ficam nubladas no começo da manhã, mas depois o sol aparece entre muitas nuvens. Pode chover fraco no Vale do Ribeira. Ventos moderados deixam a temperatura amena na região de Jundiaí e de Campinas.

 

Pelo litoral, a Baixada Santista e o Litoral Norte têm períodos com sol, mas muitas nuvens o dia todo nesta quarta-feira. O litoral sul, região de Iguape e de Peruíbe, tem apenas mormaço e pode chover fraco. 

 

Semana termina quente

O ar frio de origem polar se afasta cada vez mais da Região Sudeste no decorrer desta quinta-feira, 26 de julho, o que vai facilitar o aquecimento do ar. Por isso, a tendência é de elevação da temperatura na Grande São Paulo e em todo o estado de São Paulo a partir de quinta-feira. Muita gente já terá sensação de calor na tarde de quinta.

A sexta-feira e o fim de semana, o último de julho, será seco e quente, com muito sol no interior e também na região da capital paulista e no litoral. Uma frente fria deve trazer um pouco de chuva para a segunda-feira, 29 de julho. Veja como fica a previsão para o estado de São Paulo.

 

 

Foto de Mariana Angelo, São Paulo (SP)

 

São Paulo acumulou menos de 30 mm em 115 dias

Pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia, o último registro de alguma chuva no Mirante de Santana, na zona norte da capital paulista, foi entre os dias 13 e 14 de junho, quando chuviscou no Mirante e acumulou 0,2 mm.

Rigorosamente já são 40 dias consecutivos sem nenhuma chuva registrada no Mirante de Santana, mas na prática, São Paulo está quase sem chuva desde o começo de abril. Do dia 1 de abril até 24 de julho, o pluviômetro do Mirante de Santana acumulou aproximadamente 52 mm de chuva, uma quantidade irrisória, que representa apenas 20% da média de chuva para todo o período de abril a julho. A soma das médias (1981-2010) normais de chuva dos meses de abril, maio, junho e julho é de quase 260 mm. Em 115 dias, houve registro de alguma precipitação nesta região da cidade em apenas 13 dias.

CIDADES RELACIONADAS

São Paulo - SP

12°
min

25°
max

0mm / 0%