Destaques do tempo no BR em 04/9/18

05/09/2018 às 00:32
por Josélia Pegorim

Oferecimento
São Paulo gelou. Ventania no litoral de SP e do RJ. Chuvarada em Florianópolis. Frio de menos de 10°C no CO. Fumaça invade Porto Velho.

São Paulo g e l a d a!

13°C às 20°C em Congonhas e no Campo de Marte, com sensação térmica de 9°C

 

Trovoadas e chuva em São Paulo e em Curitiba

SPECI SBBI 041812Z 18009G20KT (18017G37KMH) 4000 -TSRA BKN035 FEW040CB 15/08 Q101 METAR SBMT 041800Z 14004KT (14007KMH) 3000 -TSRA BR BKN009 FEW040CB OVC070 14/11 Q10

 

Frio no norte de SP

As mais baixas temperaturas registradas em São Paulo no dia 4 de setembro ocorrem no norte do estado, onde o ar frio polar e seco chegou primeiro. O INMET registrou 8,4°C em Franca, 6,4°C em Ituverava e em Ariranha, 9,5 °C em Bebedouro.

 

Frio de menos de 10°C em MS, em MT e em GO

O ar frio de origem polar ainda teve forte atuação no Centro-Oeste em 4/9/18. Fez menos de 10°C em MS, MT e GO. As menores temperaturas foram: 7,8°C m Rio Verde (GO), 6,4°C em Ariranha (SP) e em Ituverava (SP), 8,0°C em Comodoro (MT) e Alto Taquari (MT) e 8,3°C em Costa Rica.

 

 

Muita chuva em Florianópolis

62,7 mm em 24h 44% da média

 

Temperatura amena AC e RO

14,1°C em Epitaciolândia (AC) e 14,5°C em Cacoal (RO)

 

Vento forte no litoral de SP e no RJ (ciclone)

A presença de um ciclone extratropical na costa da Região Sul provocou ventania no litoral de São Paulo e do Rio De Janeiro. O INMET registrou várias rajadas sucessivas em São Sebastião (SP) que superaram os 60 km/h. Até 20h, a mais intensa foi de 66 km/h.

No Rio de Janeiro também ocorreram várias rajadas acima de 60 km/h e a mais intensa até 20h foi de 67 km/h no Forte de Copacabana.



Circulação ciclônica em SP

 

 

 

Chuva volumosa no Amazonas

Em São Gabriel da Cachoeira choveu 48,0 mm em 4 horas, segundo o INMET.

 

Chuva na Grande SP

A circulação de um ciclone extratropical atuou sobre o estado de São Paulo e deixou muitas nuvens pela manhã em todo o estado. A chuva se concentrou no leste do estado e caiu com moderada a forte intensidade em alguns locais. Na cidade de São Paulo, choveu fraco no meio da manhã e depois a chuva veio até forte e com raios. C Centro de Gerenciamento de Emergências registrou 14,6 mm acumulado no Butantã, 14,0 mm em Pirituba e 10,6 mm no Itaim Paulista. Estes foram os maiores acumulados. Mas o INMET registrou 24,4 mm no Mirante de Santana.

 

Temporal no Tocantins

Nuvens muito carregadas cresceram sobre o extremo norte do Tocantins e provocaram uma verdadeira tempestade em Araguaína. O CEMADEN registrou 70 mm em 1 hora, entre 15h20 e 16h20 (Brasília). Vídeos e fotos que circularam pelas redes sociais mostraram muitas ruas completamente cobertas pela água, casas que foram invadidas pela água. A média de chuva para a Araguaína em setembro é de aproximadamente 60 mm.

 

Rondônia em chamas

No fim da tarde de 4 de setembro, o aeroporto internacional de Porto Velho, capital de Rondônia, informava que a visibilidade no local estava reduzida por causa da fumaça.

Porto Velho é  município brasileiro com maior número de focos de fogo este ano.

O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais contabilizou 1314 focos de fogo de 1 de janeiro até 4 de setembro.

 

CIDADES RELACIONADAS

Florianópolis - SC

14°
min

19°
max

10mm / 90%

São Paulo - SP

15°
min

22°
max

1mm / 20%