BR termina inverno com temporais de primavera

19/09/2018 às 23:00
por Josélia Pegorim

Oferecimento
Ar úmido e quente está espalhado por quase todo o país e estimula a formação de nuvens muito carregadas.

A última semana do inverno de 2018, que termina no próximo sábado, 22 de setembro, está sendo marcada por temporais de primavera por quase todo o país. Apenas a Região Nordeste não teve eventos de chuva intensa até agora. A mudança na circulação de ventos sobre o Brasil foi tão eficiente, que o ar úmido e quente se espalhou de norte a sul permitindo o crescimento de muitas nuvens bastante carregadas.



Para os meteorologistas, esta última semana de inverno está sendo mais trabalhosa, por causa do monitoramento de chuva forte e de vento forte.

Em particular nesta quarta-feira, 19 de setembro, por causa de uma queda acentuada da pressão atmosférica entre o Brasil e o Paraguai, aglomerados de nuvens muito carregadas se espalharam pelo Sul do Brasil, São Paulo e Mato Grosso do Sul e provocaram verdadeiras tempestades. Mas como já havia muita disponibilidade de ar quente e úmido sobre Mato Grosso, Goiás, no Distrito Federal e em Minas Gerais, outros temporais foram observados. Houve queda de granizo no Paraná e o fenômeno pode ter ocorrido em outros locais deste estado e também de São Paulo, Minas Gerais e Goiás.

 

Chuva forte

Confira os destaques da chuva forte de 19/9/18, pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia

A chuva que ocorreu em Planalto, no oeste do Paraná, merece um destaque especial. Em apenas 1 hora, entre 14h e 15h, o INMET registrou 62,6 mm. Na hora seguinte choveu mais 14,2 mm, totalizando 76,8 mm em 2 horas. Mas a chuva continuou moderada a forte e acumulado entre 9h e 20h foi de 85,8 mm.

 

Veja outros valores de chuva forte, pela medição do INMET

Araxá (MG): 40,4 mm em 1h

Guarda-Mor (MG): 32,2 mm em 1h

Paranoá (DF): 26,2 mm em 1h

Marechal Cândido Rondon (PR): 66,6 mm entre 11h e 20h (20 mm em 1h)

Japira (PR): 25,4 mm em 2h

Costa Rica (MS): 17,6 mm em 1h

Sorriso (MT): 17,0 mm em 1h

Silvânia (GO): 16,0 mm em 1h

Joaquim Távora (PR): 15,6 mm em 1h

Registro (SP): 15,6 mm em 1h

Maringá (PR): 13,8 mm em 1h

Florestal (MG): 13,0 mm em 1h

Primavera do Leste (MT): 12,8 mm em 1h

Ibaiti (PR): 12,4 mm em 1h

Castanhal (PA): 11,8 mm em 1h

Pium (TO): 11,6 mm em 1h

 

 

Foto de Luiz Claudio, Paty dos Alferes (RJ)

 

Rajadas de vento

Confira as rajadas de vento mais intensas observada em 19/9/18, pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia.

 

91 km/h em Salto do Céu (MT)

77 km/h em Cidade Gaúcha (PR)

76 km/h em Planalto (PR)

75 km/h em Ourinhos (SP)

74 km/h em Fazenda Nacional Ipanema/região de Sorocaba (SP)

73 km/h Nova Fátima (PR)

71 km/h em São Miguel d´Oeste (SC)

71 km/h em Marechal Cândido Rondon (PR)

66 km/h em Uauá (BA)

65 km/h em Barra do Corda (MA)

65 km/h em Sorriso (MT)

64 km/h em Novo Horizonte (SC)

64 km/h em Itaquiraí (MS)

63 km/h em Foz do Iguaçu (PR)

63 km/h em Dois Vizinhos (PR)

60 km/h em Silvânia (GO)

 

Para esta quinta-feira, 20 de setembro, há condições para chuva moderada a forte, raios e fortes rajadas de vento em quase todos estados do país. Ficam fora destas situações o Amapá, quase todo o Nordeste, exceto o Maranhão e o Espírito Santo. 

 

A primavera começa oficialmente no sábado, 22 de setembro, às 22h54min. Daqui para frente, até o fim do verão de 2018/2019, serão muitos dias preocupantes por causa dos problemas relacionados com os temporais (e também a falta da chuva) que se espalham e ficam mais frequentes pelo país.

CIDADES RELACIONADAS

São Paulo - SP

15°
min

21°
max

0mm / 0%