Quanto choveu em SP?

24/10/2018 às 23:17
por Josélia Pegorim

Atualizado 24/10/2018 às 23:20

Oferecimento
Áreas de instabilidade persistem sobre SP nas próximas 48h e provocam muita chuva. Grandes volumes acumulados no litoral aumentam o risco deslizamentos

As grandes áreas de instabilidade que se espalharam sobre o estado de São Paulo, após a passagem de uma frente fria, provocaram chuva generalizada. A chuva mais forte e volumosa caiu sobre áreas do norte e oeste do estado e também pelo litoral. A região da Grande São Paulo teve chuva moderada a forte no fim da madrugada. A chuva prosseguiu pela manhã, mas com fraca a moderada intensidade. Durante a tarde voltou a chover forte pelo norte e oeste do estado.


Estas áreas de instabilidade persistem sobre o estado de São Paulo durante esta quinta-feira, 25, e também na sexta-feira, 26 de outubro. A chuva ocorre em todas as áreas do estado, mas nem sempre de forma contínua. Dentro desta 48 horas podem ocorrer fortes pancadas que deixam chuva volumosa (acima de 20 mm por hora) e chuva moderada, mas persistente por várias horas.


O mapa mostra quanto choveu na cidade de São Paulo do começo da madrugada até 21 horas de 24/10/18, pel medição do CGE - Centro de Gerenciamento de Emergências da Prefeitura. O Instituto Nacional de Meteorologia 19,2 mm no Mirante de Santana (medição automática). Na medição convencional, que é que vale para o registro histórico, choveu 19 mm entre 9h e 15 horas. O total acumulado em outubro, até 15h do dia 24, foi de 109,7 mm, que correspondem a 87% da média para este mês que é de aproximadamente 127 mm

 

 


Chuva volumosa no interior

A região de Ribeirão Preto, no norte de São Paulo, teve o terceiro evento de chuva forte esta semana. Entre 21h30 do dia 23 e 21h30 de 24 de outubro choveu 111 mm no Jardim São José, pela medição do CEMADEN. Em São José do Rio Preto choveu quase 69 mm no Eldorado neste período.

Entre o começo da madrugada e 21 horas do dia 24 de outubro, o Instituto Nacional de Meteorologia registrou aproximadamente 60 mm em Ituverava, 55 mm em Franca, 40 mm em Presidente Prudente, 55 mm em José Bonifácio.

 

 

Foto de Silvia, Orlândia (SP)

 

Muita chuva no litoral

A chuva no litoral paulista no dia 24 de outubro também foi bastante volumosa. Entre aproximadamente 22h do dia 3 e 22 horas do dia 24 de outubro, o CEMADEN – Centro Nacional de Monitoramento e Desastres Naturais - registrou 76,3 mm no Guarujá/Perequê, 70,6 mm em Praia Grande/Cidade da Criança, 57,3 mm em Ubatuba/Poruba, 44,0 mm em Peruíbe/Parque do Trevo, 43,7 mm em São Vicente/Jd. Rio Branco. Em Bertioga, o INMET registrou 53 mm entre 00h e 20h do dia 24 de outubro.

 

 

Risco de queda de barreiras

A situação do litoral paulista é preocupante. O grande volume de chuva que já caiu sobre as áreas de encosta desde o começo de outubro deixou o solo encharcado em vários trechos da serra do Mar. Várias barreiras caíram na região de Caraguatatuba no feriado de 12 de outubro e outros deslizamentos podem ocorrer em outros locais do litoral paulista nos próximos dias, pois há muita chuva prevista.

 

Segundo o INMET, em outubro, até o dia 24, choveu quase 240 mm em Iguape e 237 mm em Bertioga. Em 28 dias, entre 26 de setembro e 24 de outubro, o CEMADEN registrou 293 mm em Caraguatatuba, na região de Rio do Ouro e 263 mm na Tabatinga. Em Ubatuba/Maranduba choveu 271 mm. Em Santos/José Menino choveu 173 mm, mas na região do Sítio das Neves o acumulado chega a quase 300 mm neste período. Em Cubatão/Vila Parise, choveu quase 207 mm e na Cota 200 já foram acumulados 392 mm!

Todos estes volumes são muito elevados para outubro e acima da média normal para este mês

 

CIDADES RELACIONADAS

São Paulo - SP

18°
min

27°
max

10mm / 90%

Rio Branco - AC

22°
min

29°
max

15mm / 90%