Quando vai fazer calor em São Paulo?

06/11/2018 às 21:50
por Josélia Pegorim

Atualizado 07/11/2018 às 09:37

Oferecimento
Sensação de frio aumenta até a quinta-feira. Confira a estimativa da temperatura até o feriado de 15 de novembro.

A temperatura máxima na cidade de São Paulo na terça-feira, 6, ficou em torno dos 23°C, um valor bastante ameno para um dia de novembro. A média normal para a temperatura máxima deste mês é de quase 27°C, conforme cálculos do Instituto Nacional de Meteorologia para o período de 1981 a 2010.

A terça-feira já não foi um dia quente e a temperatura vai baixar ainda mais nas próximas 48 horas. Se a previsão de confirmar, a capital paulista via ficar com ares de inverno na quinta-feira, 8 de novembro.



Com as roupas fechadas e os cobertores que  a população de São Paulo ainda está tendo que usar quase na metade da primavera, a pergunta mais frequente que tem chegado aos ouvidos dos meteorologistas é: quando vai fazer calor em São Paulo, mas não o calor de um dia só?

 

 

Foto de Mariana Angelo, São Paulo (SP)

 

 

Semana quase toda fria

O calor de mais de 30°C que fez no sábado passado, 3, será sentido por alguns dias a partir do domingo, 11 de novembro. Mas até lá, a temperatura entra novamente em declínio. Nesta quarta-feira, 7 de novembro, com a volta da chuva e do vento frio, o termômetro pode ficar ligeiramente acima dos 20°C, mas na quinta, 8, deve ficar abaixo desta marca. A sensação de frio aumenta no fim da tarde desta quarta-feira e será durante a quinta, a sensação térmica poderá chegar a valores da ordem de 12°C.

Na sexta-feira, 9, com a previsão da diminuição da chuva e alguns períodos com sol, a temperatura já terá grande elevação, mas a sensação de calor só virá na tarde do sábado, 10 de novembro. Mas até lá, as madrugadas serão frias. O domingo será quente e vai esquentar mais na segunda-feira.

 

O gráfico mostra a previsão da variação da temperatura na cidade de São Paulo até o da 15 de novembro. O calor se sustenta até o dia 14. A brusca queda da temperatura estimada para o feriado de 15 de novembro está associada a chegada de outra frente fria, a segunda do mês de novembro.

 

 

 

Por que não está esquentando?

Frente frias (e suas massas de ar frio) podem passar pela costa do Sul e do Sudeste em qualquer época do ano. Mas em geral, as massas frias de outubro e de novembro já não são fortes. O que acontece nesta semana é que a massa de ar frio que se espalha sobre o mar, ao largo destas Regiões, tem força muito acima do normal para novembro. 

A frente fria prevista para o feriado de 15 de novembro não deve trazer muito ar frio para São Paulo, mas isto não descarta a chance de mais frentes frias e novas quedas bruscas de temperatura na segunda quinzena de novembro.

 

Tardes frias de outubro

O que fez das tardes de outubro de 2018 serem, em média, as mais frias em oito anos foi o excesso de nebulosidade e a presença mais frequente de ar polar do que o normal.  Seis frentes frias passaram pelo litoral paulista durante o mês de outubro e quase todas associadas a massas polares mais fortes do que o usual para esta época do ano.

 

Segundo cálculos do Instituto Nacional de Meteorologia, a média das temperaturas máximas registradas em outubro de 2018 foi de 24,7 °C, valor 1,2°C abaixo da média histórica para outubro que é de 25,9°C (climatologia de 1981-2010). Foi a média de máximas mais baixa desde 2010, quando a média das temperaturas máximas de outubro foi de 24,6 °C.

As frias tardes de outubro de 2018 contrastam fortemente com o ano passado, quando a média das temperaturas máximas foi de 27,1°C.  

CIDADES RELACIONADAS

São Paulo - SP

16°
min

27°
max

20mm / 67%