Provável recorde de calor em São Paulo

30/01/2019 às 20:56
por Josélia Pegorim

Atualizado 31/01/2019 às 00:14

Oferecimento
Temperatura pode subir mais em SP até a sexta-feira. Janeiro de 2019 pode ser o segundo mês mais quente na capital paulista desde 76 anos.

É muito provável que a tarde de 30 de janeiro tenha sido a mais quente deste ano até agora na cidade de São Paulo. A medição automática do Instituto Nacional de Meteorologia no Mirante de Santana, na zona norte da cidade, indicou 35,5°C de temperatura máxima.

 

Este valor é extraoficial, pois foi registrado pela estação meteorológica automática (leitura de dados feita por sensores eletrônicos, sem interferência de uma pessoa), mas para configurar o recorde, o que vale é a medição dos instrumentos convencionais, que é feita por um observador meteorológico.

 

Até 20h50, o INMET não havia divulgado oficialmente no seu site nem a temperatura máxima da medição convencional e nem da estação convencional.  Assim, oficialmente não se pode confirmar o novo recorde de calor de 2019 em São Paulo nesta quarta-feira, 30 de janeiro, mas muito provavelmente a temperatura máxima superou os 34,4°C registrados no dia 9 de janeiro.

 

Segundo mês mais quente em 76 anos

Considerando o valor extraoficial de temperatura máxima do dia 30 de janeiro como sendo 35,5°C, a média de todas as temperaturas máximas de janeiro de 2019, do dia 1 ao dia  30, foi de 31,8°C.

Isto coloca janeiro de 2019 como o segundo mês mais quente já observado na cidade de São Paulo, desde 1943 (76 anos) igualando com fevereiro de 2014.

O recorde atual de maior média de temperatura máxima é de 31,9°C, em janeiro de 2014.

 

Confira as 5 médias de temperatura máxima de 1943 a 2019 no Mirante de Santana

 

31,9 °C - Jan/2014

31,8 °C - Fev/2014

31,8°C - Jan/2019 (até dia 30, sujeito a correção para mais ou para menos)

31,7 °C - Fev/1984

31,6 °C - Fev/2003

31,5 °C - Jan/2015

 

Calor de 40°C no interior

A tarde de 30 de janeiro foi com calor extremo em todo o estado de São Paulo. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou 40,9°C em Tupã, 39,1°C em Registro e 38,5°C em Rancharia. No litoral, a temperatura chegou aos 35,4°C em Iguape, 34,3°C em Bertioga e os 33,6°C em São Sebastião.

 

Previsão de mais calor

O calor pode aumentar um pouco mais em todo o estado de São Paulo nas próximas 48 horas. Até a sexta-feira, 1 de fevereiro, novos recordes poderão ser estabelecidos na capital paulista.

Algumas pancadas de chuva são previstas para a tarde e noite da quinta, 31, e da sexta-feira, 1 de fevereiro, mas de curta duração e em pequenas áreas. A chuva não será suficiente para impedir que a temperatura alcance marcas muito elevadas.

 

 

Frente fria à vista

No sábado, 2 de fevereiro, uma frente fria passa pelo litoral paulista e vai deixar tempo muito instável pelo menos até a segunda-feira, dia 4. Com a atmosfera muito quente e a passagem desta frente fria, áreas de instabilidade voltam a se formar sobre o estado de São Paulo e são esperadas muitas pancadas de chuva. Há risco de temporais no sábado e no domingo, 3 de fevereiro.

 

Os temporais no fim de semana podem ocorrer também na Grande São Paulo e há risco de alagamentos e transbordamento de rios e córregos.

A segunda-feira será com predomínio de céu nublado e chuva no sul e leste do estado de São Paulo, onde estão a capital e o litoral.

 

 

Foto de Jo Pegorim, São Paulo (SP)

CIDADES RELACIONADAS

São Paulo - SP

10°
min

16°
max

20mm / 90%