São Paulo tem calor histórico em janeiro de 2019

31/01/2019 às 18:07
por Josélia Pegorim

Oferecimento
Até às 16 horas, era o 2º mês mais quente em 76 anos, mas após às 22 horas pode alcançar o topo da lista dos meses mais quentes, junto com janeiro de 2014.

Agora é oficial!  Janeiro de 2019 foi considerado o segundo mês mais quente já observado na cidade de São Paulo, em 76 anos de medições feitas pelo INMET, até às 16 horas do dia 31. Até este horário, a média das temperaturas máximas registradas no mês foi de 31,8°C, que iguala a de fevereiro de 2014.

 

Porém, janeiro de 2019 ainda tem chance de igualar janeiro de 2014, que é o mês mais quente em 76 anos, com média de temperatura máxima de 31,9°C.

Esta possibilidade de subir ao topo do ranking dos meses mais quentes é alta porque a temperatura máxima do dia 31 de janeiro só será consolidada às 22 horas. A temperatura máxima de 31 de janeiro aferida pelo Instituto Nacional de Meteorologia às 16 horas foi de 34,1°C. Há uma grande chance de que a temperatura máxima das 22 horas ser maior do que este valor. Se esta máxima das 22 horas subir apenas 2 décimos e for igual o maior do que 34,3°C, a média das temperaturas máximas sobe para 31,9°C e iguala a de janeiro de 2014, que é considerado o mês mais quente na cidade de São Paulo, desde 1943, quando se iniciaram as medições na estação meteorológica do Mirante de Santana, na zona norte da capital paulista.

 

Possibilidade de novo recorde de calor

Até o sábado, 2 de fevereiro, há chance de novo recorde de calor na cidade de São Paulo. O recorde atual é de 35,1°C registrado no dia 30 de janeiro.

 

Calorão chegando ao fim

Uma frente fria chega ao litoral paulista no sábado aumentando a nebulosidade e as condições para chuva em todo o estado de São Paulo. É esta frente fria que vai por um fim no calor extremo de janeiro de 2019, em particular na Região Sudeste. Há risco de temporais no próximos fim de semana. A segunda-feira, 4 de fevereiro, deve ser com predomínio de céu nublado e chuva em toda a Grande São Paulo, no sul e no leste do estado de São Paulo.

Na cidade de São Paulo, a temperatura máxima já ficará abaixo dos 30°C

 

Chuva em São paulo supera ligeiramente a média

Com temporal da tarde de ontem, 30, na zona norte da cidade de São Paulo, a estação meteorológica do Mirante de Santana acumulou 52,0 mm de chuva, segundo o INMET. Toda a chuva caiu praticamente em 2 horas e esta foi a maior quantidade de chuva este ano no Mirante. O total acumulado em janeiro de 2019 subiu para 305,9 mm, 6% acima da média (1981-2010) que e de 288,0 mm. Em janeiro de 2018 choveu 244,3 mm.

O volume de chuva de janeiro de 2019 é o maior para este mês desde 2017, quando choveu 454,0 mm em janeiro.

 

Confira o balanço de janeiro de 2019 em São Paulo, informado pelo Instituto Nacional de Meteorologia

 

Numero de dias com precipitação: 18 dias ( valor dentro da média histórica)

Maior volume de chuva em 24 horas: 52,0 mm entre 10h do dia 30 e 10h do dia 31 de janeiro. Porém, toda a chuva caiu em 2 horas na tarde do dia 30/1/19.

Total de precipitação: 305,9 mm

Maior velocidade do vento: 88,6 km/h (24,6 m/s) durante o temporal da tarde de 30/1/19.

Menor temperatura do mês: 16,5°C em 26/1/19

Maior temperatura do mês: 35,1°C em 30/1/19.

Dias com temperaturas máximas abaixo dos 30°C: 5 dias, nos dias 4, 5, 6, 25 e 26 de janeiro.

Menos amplitude térmica: 4,4°C no dia 5/1/2019.

Maior amplitude térmica: 17,1°C no dia 30/1/2019

 

 

Foto de Santos Albuquerque, São Paulo (SP)

CIDADES RELACIONADAS

São Paulo - SP

12°
min

17°
max

1mm / 0%