Falta de chuva e ar parado: concentração de poluentes

26/06/2019 às 10:41
por Redação

Oferecimento
Saiba mais sobre a qualidade do ar que você respira

Você sabia que a qualidade do ar tende a piorar na região da Grande São Paulo quando a falta de chuva e o ar quase parado contribuem para o aumento da concentração de poluentes. Este cenário, pode acontecer na região metropolitana e também em todas as áreas do estado de São Paulo.

 

Além do aumento da poeira em suspensão, outro poluente que aumenta em dias secos, com ar parado é o ozônio. Este é um poluente que surge em dias ensolarados, sem nuvens. O excesso de ozônio no ar causa dor de cabeça e irritação nos olhos, entre outros transtornos.

 

A qualidade do ar é diretamente influenciada pela distribuição e intensidade das emissões de poluentes atmosféricos de origem veicular e industrial. Exercem papel fundamental a topografia e as condições meteorológicas, que se alteram de modo significativo nas várias regiões do Estado.

 

As emissões veiculares desempenham um papel de destaque nos níveis de poluição do ar dos grandes centros urbanos, ao passo que as emissões industriais afetam significativamente a qualidade do ar em regiões mais específicas. Os resultados do monitoramento da qualidade do ar no Estado de São Paulo são apresentados por grupo de poluentes. A avaliação da qualidade do ar é efetuada considerando os padrões estaduais de qualidade do ar estabelecidos pelo Decreto Estadual nº 59.113, de 23/04/2013.

 

A CETESB possui 62 estações medidoras distribuídas na Região Metropolitana de São Paulo, no interior e litoral do Estado, além de estações móveis, que são utilizadas no monitoramento e em estudos sobre a qualidade do ar. Esta rede, ligada a uma central de computadores através do sistema de telemetria, registra ininterruptamente as concentrações dos poluentes na atmosfera.

 

Estes dados são processados com base nas médias estabelecidas por padrões legais e são disponibilizados de hora em hora na internet. Diariamente é divulgado na internet o Boletim de Qualidade do Ar, onde é apresentado um resumo das condições da poluição atmosférica das 24 horas anteriores a uma previsão meteorológica das condições de dispersão dos poluentes para as 24 horas seguintes.

 

Os principais poluentes encontrados nas grandes cidades, e que servem como indicadores da qualidade do ar são: material particulado (MP), dióxido de enxofre (SO2), monóxido de carbono (CO), ozônio (O3), óxidos de nitrogênio (NOx).

 

No inverno, frequentemente ocorrem dias com baixa umidade do ar e alta concentração de poluentes. Nessas condições, é comum ocorrerem complicações respiratórias devido ao ressecamento das mucosas, provocando sangramento pelo nariz, ressecamento da pele e irritação dos olhos. Então, fique sempre atento as informações no https://servicos.cetesb.sp.gov.br/qa/

 

Fonte: Cetesb

 

Foto: Marcelo Pinheiro - SP - SP

 

CIDADES RELACIONADAS

São Paulo - SP

12°
min

25°
max

0mm / 0%

FASES DA LUA

  • Cheia
    16/07
  • Minguante
    24/07
  • Nova
    02/07
  • Crescente
    09/07

ESTAÇÕES DO ANO

  • Inverno
    21/06
  • Primavera
    23/09
  • Verão
    22/12
  • Outono
    20/03