Procura por árvores de Natal naturais cresce cerca de 15%

20/12/2019 às 12:12
por Angela Ruiz

Atualizado 20/12/2019 às 12:23

Oferecimento
Em locais de clima ameno, pode ficar sob luz solar direta em tempo integral.

Com uma produção este ano de 700 mil unidades de tuias – 450 mil da variedade holandesa e 250 mil da Strickta, a equipe da Fazenda Terra Viva, de Holambra, acredita que o crescimento das vendas em 2019 deve ser de 10% a 15% em relação ao ano passado. Os motivos são a preferência cada vez maior do consumidor por plantas naturais e a diversidade de tamanhos, que vão desde as minis, com cerca de 35 cm de altura, até as árvores maiores, com cerca de 1,30 metro.

 

Se bem cuidada, essa árvore pode ser reutilizada no próximo ano. É uma planta que requer rega diária. No interior das casas ou no jardim, a tuia pode ser transplantada. Para tanto, basta colocá-la em um lugar com bastante incidência de luz solar e irrigar todos os dias até que se acostume com o seu novo habitat.

 

Árvore de Natal natural

 

A árvore é um dos principais símbolos do Natal. E as espécies preferidas no Brasil e em vários países europeus são as tuias, tanto da variedade holandesa, como da Strickta. As tuias têm como características os troncos retos e folhas compostas com vários filamentos formados por pequenas escamas verdes. Seu formato é piramidal. O cheiro do pinheiro natural, meio cítrico, é a sua característica especial e deixa a casa aromatizada - o que combina com o Clima das festas de fim de ano.

 

Tendência no mercado internacional, a árvore de Natal natural vem conquistando cada vez mais os brasileiros, por trazer a natureza para dentro de casa. As plantas verdes englobam vários benefícios, como a umidificação e a limpeza do ar, a redução dos níveis de estresse e o estímulo à concentração. Também fornecem energia e acalmam os olhos. 

 

 

Sobre a tuia holandesa

 

A Fazenda Terra Viva, de Holambra, é a maior produtora de tuias holandesas do Brasil - um pinheiro que pertence à família das coníferas, originárias da Inglaterra. Recebeu este nome por ser introduzida no mercado pelos imigrantes holandeses, proprietários da fazenda.

 

A tuia holandesa é uma árvore de tamanho compacto, comercializada desde o pote 11, com 35 cm de altura, até o pote 24, atingindo o tamanho máximo de 1,50 m. A árvore é formada por folhas verde limão que, ao serem tocadas, exalam um suave perfume cítrico e, por isso, é também popularmente conhecida como “tuia limão”.

 

É preciso colocar essa árvore em locais bem iluminados, onde receba cerca de duas horas de sol direto por dia. Em locais de clima ameno, ela pode ficar sob luz solar direta em tempo integral.  O cultivo em vaso requer regas diárias com abundância de água, para deixar a terra sempre úmida. Não se deve molhar as folhas da tuia, pois a água parada nas folhas pode causar doenças e atrair pragas, como fungos.

 

Tuia Strickta

 

Originária do Sudeste da Ásia, a tuia Strickta pertence à família das coníferas e destaca-se por sua beleza, durabilidade e coloração verde azulada. É uma árvore de tamanho compacto, comercializada desde o pote 14, com 60 cm de altura, até o pote 24, atingido o tamanho máximo de 1,20 m. Além de ser muito utilizada na decoração de Natal, a Strickta está conquistando cada vez mais os paisagistas especializados em jardins.

 

O local ideal para plantá-la é em jardim, a pleno sol, para que atinja sua beleza máxima. Em ambientes internos, sua permanência máxima é de cinco semanas. O cultivo em vaso exige regas diárias. O importante é deixar a terra sempre úmida. Em local adequado, a planta pode chegar a até cinco metros de altura.

 

Leia também: Veja como fica a previsão para o Verão na Região Sul

Como fica o tempo na Região Sul no Natal 

 

CIDADES RELACIONADAS

Natal - RN

23°
min

31°
max

6mm / 90%