Covid-19 obriga zoo no Canadá a devolver pandas para China

15/05/2020 às 19:21
por Redação

Oferecimento
Restrições ao tráfego aéreo interrompem fornecimento de bambu necessário para alimentar os animais

As restrições ao tráfego aéreo ocasionadas pela covid-19 levaram o zoológico de Calgary, no Canadá, a anunciar nesta quinta-feira (14/05) que devolverá dois pandas que tinha emprestado da China, devido à dificuldade de conseguir alimento suficiente para os animais.

 

Com a diminuição dos voos, o local enfrenta problemas para receber a quantidade de bambu necessária para alimentar os pandas. Rara no Canadá, a planta precisa ser importada para abastecer o local.

 

O diretor do zoológico de Calgary, Clement Lanthier, disse que o local passou meses tentando superar as barreiras de transporte na aquisição de bambu fresco e, diante das dificuldades, decidiu que o melhor para os animais é retornar à China, onde sua principal fonte de alimento é abundante. "Eles são exigentes. Há uma razão pela qual são ameaçados de extinção. Eles precisam de bambu. Eles comem bambu e dormem, é tudo o que fazem", disse Lanthier. Ele contou que o zoológico tinha um plano de contingência para manter o fornecimento da planta, mas as limitações de voos para a China foram o primeiro problema, depois vieram as dificuldades do transporte da Califórnia, com a carga chegando vencida.

 

 

 

"A cada dez dias, surgem mais e mais problemas. Esse risco é inaceitável", acrescentou o diretor. "Não podemos arriscar de não sermos capazes de fornecer o melhor atendimento aos pandas. Para outras espécies, há opções. Está na hora dos pandas voltarem para casa". Os pandas têm necessidades nutricionais únicas e 99% de sua dieta é composta de bambu fresco. Adultos consomem cerca de 40 quilos da planta por dia. Diferente do Canadá, em outros países, onde há pandas em zoológicos, como na França, Espanha e algumas partes da Ásia, o bambu pode ser cultivado localmente.

 

Lanthier informou ainda que a decisão foi um choque para o governo chinês e ressaltou que os animais são um dos maiores atrativos do zoológico, mas não havia outra opção. Os pandas Er Shun e Da Mao chegaram em Calgary em 2018, depois de passar cinco anos no zoológico de Toronto. Eles deveriam ficar no local até 2023, segundo o previsto no contrato de empréstimo assinado com a China.

 

A data para o retorno dos animais ainda não foi determinada, mas Lanthier esperava que ocorra em breve para o bem dos animais. Ameaçados, estima-se que apenas cerca 2 mil pandas selvagens existam no mundo. Outros cerca de 400 vivem em zoológicos ao redor do mundo.

 

Leia também: Como garantir um ambiente seguro para os idosos na quarentena

FASES DA LUA

  • Nova
    21/06
  • Crescente
    30/05
  • Cheia
    05/06
  • Minguante
    13/06

ESTAÇÕES DO ANO

  • Outono
    20/03
  • Inverno
    20/06
  • Primavera
    22/09
  • Verão
    21/12