São Paulo teve um dos meses de maio mais secos desde 1960

31/05/2020 às 17:00
por Redação

Oferecimento
Total de chuva em 31 dias ficou quase 90%% abaixo da média histórica do mês. Nível de umidade do ar ficou acima dos 60% à tarde em apenas 2 dias.

A redução da chuva em maio é normal no estado de São Paulo, mas o que aconteceu em maio de 2020 foi muito fora do padrão. Maio de 2020 repetiu o espírito de abril, quando a deficiência de chuva foi grave em todas as regiões paulistas.

 

Na cidade de São Paulo, maio 2020 foi um dos meses de maio mais secos desde 1960, comparando com o histórico de precipitação da estação meteorológica convencional (operada por uma pessoa) localizada no Mirante de Santana, na zona norte da capital paulista, mantida pelo INMET - Instituto Nacional de Meteorologia - desde 1943.

 

Na medição da estação meteorológica automática do Mirante de Santana, que começou a operar no fim de julho de 2006, o total de chuva acumulado em 31 dias era de apenas 11,0 mm, 86% abaixo da média histórica de chuva para maio que é de 78,1 mm. Este é um valor preliminar e poderá ser revisto pelo INMET nos próximos dias.

 

Confira alguns meses de maio muito secos observados no Mirante de Santana, no período de 1961 a 2019, considerando apenas a medição da estação meteorológica convencional do Mirante de Santana.

 

maio de 1963: 3,7 mm

maio de 1980: 5,4 mm

maio de 1974: 8,1 mm

maio de 2018: 10,8 mm

maio de 2006: 15,0 mm

maio de 1962: 17,3 mm

 

Temperaturas

Confira os extremos de temperatura de maio de 2020 em São Paulo, com dados da  estação automática do Mirante de Santana, na zona norte da capital paulista, operada pelo INMET.

 

Menor temperatura mínima: 9,6°C,  em 29/5 (menor do ano até agora)

Maior temperatura no mês: 28,3°C em 1/5

Menor temperatura máxima: 16,6°C, em 24/5 ( a temperatura máxima é o maior valor entre 21 horas do dia anterior e 21 horas do dia em questão; neste caso, o valor de 16,6°C ocorreu às 21h de 23/5/2020)

 

 

 

Foto de André C., São Paulo (SP)

 

Podcast: Frio, ar seco e covid-19

 

Ar muito seco

Maio de 2020 foi marcado por tardes bastante secas. Nas medições do INMET no Mirante de Santana às 15 horas, dos 31 dias de maio de 2020, apenas 2 tardes tiveram umidade relativa do ar igual ou acima de 60%. Em 9 tardes, a umidade relativa do ar às 15 horas ficou abaixo dos 30%.

 

As tardes mais secas foram as dos dias 18 e 31 de maio, quando o nível de umidade no ar chegou aos 23% às 15 horas

 

A média da umidade relativa do ar às 15 horas foi de aproximadamente 36%, valor muito abaixo dos 60% que é um nível recomendado pela Organização Mundial da Saúde.

 

A secura do ar em maio de 20 foi consequência da falta de chuva ao longo do mês e da persistência do ar frio de origem polar sobre a cidade de São Paulo.

 

 

                 Como a variação de umidade no ar interfere na nossa saúde?

CIDADES RELACIONADAS

São Paulo - SP

14°
min

26°
max

0mm / 0%

FASES DA LUA

  • Nova
    20/07
  • Crescente
    27/07
  • Cheia
    05/07
  • Minguante
    12/07

ESTAÇÕES DO ANO

  • Inverno
    20/06
  • Primavera
    22/09
  • Verão
    21/12