Projeto propõe transformar o sistema alimentar

02/06/2020 às 10:03
por Redação

Oferecimento
CEBDS prevê uma revisão nas práticas produtivas e na qualidade das dietas, além de uma redução no desperdício ao longo da cadeia produtiva

Um grupo de 21 grandes empresas da cadeia de alimentos engajou-se a um projeto liderado pelo CEBDS (Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável) que vai desenvolver um conjunto de soluções de negócios para impulsionar a transformação do sistema alimentar da ‘fazenda ao garfo’. O projeto prevê uma revisão nas práticas produtivas e na qualidade das dietas, além de uma redução no desperdício ao longo da cadeia produtiva.

 

“O propósito é construir e consolidar o posicionamento do setor empresarial para liderar a transformação dos sistemas de alimentos no Brasil, por meio da colaboração sistêmica entre os diversos setores, da Fazenda ao Garfo", explica Marina Grossi, presidente do CEBDS. 

 

Coordenador do Grupo de Trabalho e assessor técnico do CEBDS, Felipe Cunha adiantou que uma das ações já definidas prevê a edição de uma versão brasileira do CEO Guide for Food Systems Transformation, do WBCSD (World Business Council for Sustainable Development), considerando questões geradas na fase de enfrentamento à Covid e também outras previstas para a etapa pós-Covid.

 

Oportunidades e desafios

 

Entre as oportunidades identificadas pelo grupo, o capital intelectual nacional sobre o setor agrário; o crescimento das Food Techs e Agtechs, com mais de 1.200 em atividade no país; e o fato de o Brasil ter o maior sistema de terras protegidas terrestres do mundo e um Código Florestal em vigor. “Nesse contexto, o desafio é manter a qualidade ambiental de forma regenerativa”, completou Cunha. 

 

Além disso, entre os principais desafios, a redução do índice de 32% do total de emissões de gases de efeito estufa, derivadas de mudanças no uso do solo e do desmatamento, e de redução do desperdício de alimentos produzidos e de maior transparência na cadeia de valor e produtos sustentáveis.

 

Projeto global

 

O projeto brasileiro é inspirado no FReSH (Food Reform and Sustainability and Health), fruto de uma parceria do WBCSD com a EAT desde 2017, que conta com participação de cerca de 200 empresas globais, responsáveis por 8.5 trilhões de renda combinada e 19 milhões de funcionários.

 

O CEBDS é também o principal parceiro para o lançamento do TEEBAgriFood (The Economics of Ecosystems and Biodiversity) no Brasil, iniciativa global da Capitals Coalition, da UNEP e União Europeia, focada em "tornar os valores da natureza visíveis", por meio da valoração dos serviços ecossistêmicos e da biodiversidade.

 

Leia também: Estado de SP intensifica operações Corta-Fogo 

FASES DA LUA

  • Nova
    20/07
  • Crescente
    28/06
  • Cheia
    05/07
  • Minguante
    12/07

ESTAÇÕES DO ANO

  • Inverno
    20/06
  • Primavera
    22/09
  • Verão
    21/12