Primeiro pôr do sol da primavera traz a luz zodiacal

22/09/2020 às 17:05
por Redação

Atualizado 22/09/2020 às 18:29

Oferecimento
Melhor dia para ver este belo fenômeno é exatamente no dia equinócio, 22 de setembro e é fácil fotografar com uma câmera digital e até com o celular.

por Josélia Pegorim e Marcos Calil

 

Olhares atentos para a linha do horizonte oeste (onde ocorre o pôr do sol), poucos instantes após o anoitecer. Irá começar mais um belo espetáculo astronômico. Trata-se da Luz Zodiacal.

 

Durante o anoitecer, quanto mais nos aproximamos do equinócio da primavera que ocorreu nesta terça-feira, 22 de setembro de 2020, às 10h31 (horário de Brasília), os amantes da astronomia observacional terão mais um motivo para ficarem olhando para o horizonte oeste. A observação a olho nu da Luz Zodiacal é simples de ser realizada e poderá ser contemplada fora das cidades que possuem poluição luminosa.

 

 

Neste vídeo, o professor Marcos Calil explica como observar a luz zodiacal.

 

 

 

 

Previsão de nebulosidade para o pôr do sol de 22/9/2020

A grande frente fria que entrou no Brasil justamente nas vésperas do equinócio da primavera fez com que a nebulosidade aumentasse muito sobre o país. Assim,  embora o Brasil esteja numa zona do globo de melhor visibilidade da luz zodiacal, este ano a nebulosidade vai atrapalhar bastante a observação em grande parte do país. 

Na imagem abaixo, as zonas delimitadas com a linha roxa são as que devem ter a menor quantidade de nuvens no pôr do sol de 22/9/2020. 

 

 

Áreas com menor nebulosidade do pôr do sol de 22/9/2020

 

 

O que você vai ver? 

O que se vê é um cone de luz com sua base na linha do horizonte. Esse cone de luz chega a ser duas ou três vezes mais brilhante quando comparado com a Via Láctea. A foto abaixo ilustra bem esse belo fenômeno.

 

 

Luz Zodiacal: foto obtida em La Silla, Chile, no observatório do ESO, em setembro de 2009

 

 

 

Quando observar? 

A melhor época para observar a Luz Zodiacal é nos dias próximos dos equinócios, da primavera e do outono.

 

Nas latitudes sul, onde grande parte do Brasil se encontra, nos dias que antecedem e nos dias que precedem o equinócio do outono é possível observar esse cone de luz durante o amanhecer no horizonte leste (lado do nascer do sol).

 

Já em alguns dias antes e alguns dias depois do equinócio da primavera, o observador deverá olhar para o horizonte oeste (lado do pôr do sol) poucos instantes após o anoitecer. 

 

Este ano, nos dias próximos de 20 de março, data que ocorreu o Equinócio de Outono, a observação da Luz Zodiacal ocorreu poucas horas antes do amanhecer no horizonte leste. Para o Equinócio da Primavera, em 22 de setembro, a observação da Luz Zodiacal poderá ser realizada a partir do final de agosto e, se estenderá, até o final de outubro.

Mas o dia 22 de setembro, justamente o dia do equinócio da primavera, é o melhor dia para observar a este belo fenômeno, pois com o avançar dos dias, o cone de luz estará cada vez mais tênue. 

 

Onde observar?

Pessoas localizadas entre os trópicos possuem a melhor localização para poder observar a Luz Zodiacal. Veja no mapa abaixo que quase todo o Brasil está nesta região de melhor visualização! A Região Sul e o sul de São Paulo já entram na zona onde há dificuldade de observação

 

Os observadores localizados entre o Trópico de Câncer e latitude aproximada de 40 graus e, também, os observadores localizados entre o Trópico de Capricórnio e latitude aproximada de -40 graus são prejudicados na observação, na medida que se afasta dos trópicos.

 

Para as latitudes acima de 40 graus ou abaixo de -40 graus, fato que não envolve o Brasil, na medida que se aproxima dos polos, a contemplação desse fenômeno chega a ser impossível de ser realizada. O mapa abaixo ilustra o grau de dificuldade de observação para as regiões mencionadas.

 

 

Regiões de observação ou não observação da luz zodiacal

 

 

Outra questão importante é a poluição luminosa. O observador que deseja contemplar a Luz Zodiacal, deverá estar fora das luzes produzidas pelas grandes cidades. Mas, não basta estar fora das cidades com poluição luminosa. É importante observar se a linha do horizonte onde irá ocorrer o fenômeno não está poluída por luzes artificiais das cidades afastadas, pois como a base do cone de luz ocorre rente à linha do horizonte, muitas vezes perde-se parte desse espetáculo por conta da poluição luminosa nessa área de observação.

 

Por fim, deve-se observar quando a Lua está na região que ocorre a Luz Zodiacal, pois momentos em que a Lua está próxima ou na fase cheia, localizada no local do cone de luz, o brilho da Lua poderá ofuscar a Luz Zodiacal. 

 

Como fotografar?

Nos dias atuais, qualquer câmera digital que possua um modo Manual ou então as opções com os desenhos da Lua ou Vela conseguem fotografar esse fenômeno. Portanto, não tenha receio de capturar sua câmera fotográfica ou até seu celular para obter algumas fotos. Mas lembre-se que o tripé sempre é uma excelente pedida. 

 

Como ocorre?

A luz zodiacal é proveniente da luz que se difunde na poeira interplanetária. São partículas que possuem dimensões da ordem de 1 a 350 mícrons, provenientes de detritos de cometas e micrometeoróides, que possivelmente são originários da formação do Sistema Solar.

 

No sentido mais simples, são “micro-poeiras” que refletem a luz do Sol. Quando a eclíptica (caminho por onde o Sol percorre dia após dia) fica próxima de 90 graus em relação à linha do horizonte, ocorre esse belo fenômeno. Por esse motivo, a Luz Zodiacal possui a forma de uma pirâmide. O nome Zodiacal provém do local que ocorre o fenômeno onde se localizam as constelações zodiacais.

 

Vamos utilizar o exemplo da Luz Zodiacal que ocorre próximo do equinócio da primavera para o hemisfério Sul, com melhor observação no final do mês de agosto se estendendo até final de setembro.

 

Observado da Terra, como o Sol estará abaixo da linha do horizonte para o lado oeste, a luz proveniente do Sol reflete na poeira interplanetária que difunde essa luz para nós. Quanto mais próximo, porém abaixo da linha do horizonte o Sol estiver, maior será a difusão da luz, formando então o desenho de uma pirâmide luminosa. Ainda numa visão da Terra, por causa da inclinação da eclíptica, alguns lugares poderão ver a Luz Zodiacal mais inclinada se comparada com outros lugares, formando um aspecto de uma pirâmide “tombada”.

 

 

Um pouco mais: gegenschein e light bridge

Mais difícil ainda é observar o Gegenschein, uma tênue mancha de luz no céu, diametralmente oposta ao Sol. Daí a expressão, em alemão “Gegenschein”, que significa “contra brilho”. Como seu espectro é idêntico ao do Sol, assim como da Luz Zodiacal, temos então a forte tese de que estamos vendo a luz solar refletida em grãos de poeira no plano do sistema solar. 

 

Há relatos que, sob condições muito favoráveis da observação da Luz Zodiacal, ocorre uma extensão do Gegenschein. O fenômeno Gegenschein é ainda mais fraco se comparado com a Luz Zodiacal e muitas vezes é imperceptível quando a Via Láctea está sobre esse fenômeno. Imagine então quando a luz da Lua, as luzes da rua, uma fraca neblina ou até um planeta vizinho estão próximos. Isso tornará sua observação impossível. 

 

Como se percebe, a contemplação do Gegenschein não é tarefa simples. Porém, mais difícil do que a observação da Gegenschein é a chamada “Light Bridge”. Uma tênue faixa de luz que conecta o Gegenschein com a Luz Zodiacal, daí seu nome, que traduzido para o português, pode ser dita como “Ponte de Luz”.

 

A “Ponte de Luz” pode ser observada com grande dificuldade em locais ideais de observação, ou seja, sem nenhuma poluição luminosa, sem a interferência da Lua e da Via Láctea no plano de observação, além de uma baixa umidade relativa do ar. A foto abaixo apresenta o Gegenschein, a “Ponte de Luz” e a Luz Zodiacal.

 

 

 

Luz zodiacal, gegenschein e light bridge

 

 

Para saber mais sobre astronomia

Para saber mais e como observar a Luz Zodiacal aqui no Brasil, assista o programa do Momento Astronômico, onde o Prof. Marcos Calil explica com detalhes, como observar a Luz Zodiacal: https://www.youtube.com/watch?v=Kz5MwF0J2qo

 

CIDADES RELACIONADAS

São Paulo - SP

17°
min

30°
max

5mm / 90%

Brasília - DF

19°
min

27°
max

15mm / 67%

FASES DA LUA

  • Nova
    16/10
  • Crescente
    23/10
  • Cheia
    01/10
  • Minguante
    09/10

ESTAÇÕES DO ANO

  • Primavera
    22/09
  • Verão
    21/12