2020 bate recorde de número de tempestades nomeadas no Atlântico

02/11/2020 às 04:52
por Redação

Atualizado 30/12/2020 às 20:09

Oferecimento
Eta pode virar em um grande furacão e coloca vários países da América Central em risco nas próximos dias, O recorde foi tirado de 2005, ano do Katrina.

Com a formação da tempestade tropical Eta no dia 31 de outubro, o ano de 2020 ganhou um novo recorde para deixá-lo ainda mais histórico e especial: o ano com maior quantidade de tempestades nomeadas na bacia do oceano Atlântico Norte, dentro de uma única temporada.  Isto quer dizer que foram fortes o suficiente para receberem um nome, incluindo aquelas que se tornaram furacões.

 

O monitoramento oficial de furacões no Atlântico Norte começou em 1 de junho e vai até 30 de novembro. Até o dia 2 de novembro, segundo o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC), a temporada 2020 tinha 29 sistemas tropicais, sendo que 28 foram nomeadas. 

O ano de 2020 está batendo o recorde de 2005 que teve 28 tempestades nomeadas. Mas os 28 sistemas nomeados de 2005 consideram uma reanálise feita pelo NHC, após o término da temporada oficial. Aí, os meteorologistas do NHC concluíram que uma tempestade deveria ter sido nomeada, mas não foi.

 

O ano de 2020 bateu 2005 em número de tempestades nomeadas, mas não no número de furacões. Até 3 novembro, já contando com Eta que se transforma em furacão ainda nesta segunda-feira, 2020 tinha 12 furacões. Porém, tem mais uma coisa especial na temporada 2020 de furacões: este é o primeiro ano que se usou a letra grega Eta para nomear uma tempestade tropical.

 

 

 

Tempestades nomeadas em 2020 no Atlântico Norte, até 2/11/2020

 

 

 

ano de 2005 teve 15 furacões, incluindo os terríveis furacões Katrina, Rita e Wilma, que foram tão catastróficos, que foram retirados dos possíveis nomes para nomear uma tempestade.

 

As águas do Atlântico Norte estão excepcionalmente quentes em 2020 e há uma grande chance de mais tempestades surgirem até o fim oficial da temporada, em 30 de novembro.

 

 

Projeção da trajetória de Eta sobre a América Central

 

 

 

Eta pode chegar a ser um grande furacão

A tempestade tropical Eta surgiu no sábado, 31 de outubro de 2020, e se fortalece rapidamente. A previsão do NHC é que Eta se transforme em um furacão ainda na manhã desta segunda-feira, 2 de novembro, e pode virar um grande furacão na manhã da terça-feira, dia 3, ao tocar o solo em Honduras.

 

Às 6 UTC (3 horas em Brasília), o centro da tempestade subtropical Eta estava 350 km/h ao leste de Cabo Gracias a Dios, na fronteira da Nicarágua com Honduras. Seus ventos sustentados eram de 110 km/h, com rajadas maiores.

 

 

 

Tempestade tropical Eta está se intensificando

 

Chuva  torrencial, enchentes, grandes ondas e  ressaca são esperados na Nicarágua e Honduras mas outros países da América Central devem ser afetados.

 

CIDADES RELACIONADAS

Brasília - DF

18°
min

26°
max

22mm / 90%