Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

O vai e vem do planeta Marte

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

Imagem: planeta Marte/NASA - iStock

9 min de leitura

Imagem: planeta Marte/NASA - iStock

por Marcos Calil


Em relação aos aspectos observacionais, o planeta Marte é considerado um planeta Superior ou Exterior porque a órbita do planeta Terra está localizada entre o Sol e a órbita de Marte. Dentro desta perspectiva, os planetas Júpiter, Saturno e Urano também são chamados de planetas Superiores ou Exteriores. Mas tem uma curiosidade que envolve a observação destes planetas. Durante muito tempo, o movimento deles, quando visto da Terra, intrigou os astrônomos da antiguidade, por causa das chamadas “laçadas dos planetas”

 

Dos quatro planetas superiores, a laçada de Marte é a que se torna mais perceptível  porque é o planeta mais próximo da Terra. Entenda o movimento de vai e vem que o planeta vermelho exerce ao longo dos meses e que pode ser acompanhado a olho nu, mesmo em um céu com poluição luminosa.

 


O movimento aparente de Marte

 

Quando utilizamos a expressão “movimento aparente” estamos nos referindo ao movimento que um determinado planeta executa quando observado da Terra. Isso porque, temos a falsa impressão de que o planeta observado executa um determinado movimento no céu, quando na verdade está executando outro movimento que é a sua clássica trajetória orbital em torno da estrela Sol. 

 

Quando observamos o planeta Marte no céu durante alguns meses, e fixando as estrelas como pano de fundo, esse planeta vermelho parece executar uma trajetória de oeste para leste e, de repente, inicia outra trajetória completamente inversa, de leste para oeste.  Aqui temos uma laçada! 

 

 

A laçada de Marte

 

A figura 1 ilustra os principais pontos da laçada de Marte. A letra M representa o planeta Marte e a letra T, o planeta Terra. Assim, por exemplo, em 30 de outubro de 2022, quando Marte (M1) estiver numa determinada posição, o planeta Terra (T1) estará numa outra posição. Acompanhe os movimentos da Terra e de Marte ilustrados na figura 1.

 

Figura 1: a laçada de Marte e seus principais momentos.

 

Com base na figura 1, vamos analisar os principais momentos que ocorrem durante a laçada de Marte. Na prática, estes momentos especiais nos ajudam a entender melhor como fazer a observação deste fenômeno que envolve o planeta Marte.

 

 

Principais momentos da laçada de Marte


Movimento direto

Durante sua caminhada aparente no céu, ao contrário das estrelas, o planeta Marte realiza um movimento de oeste para leste. Esse movimento é chamado de “movimento direto''.

 

Estacionário

T1 – M1: Estacionário - no dia 30 de outubro de 2022, quando observado da Terra e tomando como pano de fundo as estrelas, teremos a impressão de que o planeta Marte ficará parado no céu. Neste momento, dizemos que Marte estará Estacionário. 


Movimento retrógrado

Após a ocorrência do evento Estacionário, quando observado da Terra e tomando como pano de fundo as estrelas, teremos a impressão de que o planeta Marte estará caminhando de leste para oeste. Neste momento, dizemos que Marte realizará um Movimento Retrógrado. 

 

Oposição

T2 – M2: Oposição – é importante ressaltar que este evento não possui relação direta com o fenômeno da laçada, mas a Oposição sempre está presente durante a laçada, sendo então, considerada como uma consequência da laçada. De acordo com a figura 1, em 08 de dezembro de 2022, teremos o que chamamos de Marte em Oposição.

 

A Oposição de Marte ocorre quando temos o alinhamento entre Sol – Terra – Marte. Esse é um momento especial, pois nos proporcionará a observação de Marte do ocaso (pôr do sol) de um dia até o nascer do Sol no dia seguinte. Uma noite inteira de observação do planeta vermelho.

 

Estacionário

T3 – M3: Estacionário - em 12 de janeiro de 2023, novamente o planeta Marte ficará Estacionário. Mas, desta vez será para trocar de Movimento Retrógrado para o Movimento Direto. Neste dia, novamente, teremos a impressão de que Marte ficará parado no céu, quando observado da Terra e tomando como pano de fundo as estrelas.


Movimento direto

Depois de ocorrido o evento Estacionário, o planeta Marte continuará a sua trajetória aparente no céu, caminhando de oeste para leste. 


A tabela abaixo traz um resumo dos momentos da laçada de Marte de 2021 a 2023

 

 

Principais momentos da laçada de Marte, de 2021 a 2023

 

Com base na figura 1 e na tabela 1, podemos perceber que se calcularmos a diferença entre a ocorrência dos pontos estacionários de Marte, o Movimento Retrógrado irá durar 74 dias, ou seja, pouco mais de 2 meses. Para ser mais exato, 2,43 meses. 

 


Uma observação prática 

Para quem deseja observar a olho nu a laçada do planeta Marte, mesmo estando numa cidade com poluição luminosa, é interessante iniciar as observações antes de 30 de outubro de 2022.

 

Para o Brasil, a recomendação é realizar as observações deste evento entre os dias 01 de setembro de 2022 e 30 de março de 2023. Quem possui uma câmera fotográfica,  pode fotografar o céu neste período, noite após noite. Já quem não possui uma câmera fotográfica, pode realizar desenhos que envolvam as principais estrelas, incluindo o movimento aparente de Marte. Mas será necessário ter um horizonte amplo de observação neste período, pois Marte iniciará as observações no horizonte nordeste e terminará no horizonte noroeste. 

 

A figura 2 ilustra a trajetória aparente de Marte e o seu rastro da laçada deixado no céu

 

Figura 2: A laçada de Marte e seus principais momentos, quando observado da Terra

 

Se compararmos a figura 1, com a tabela 1 e com a figura 2, podemos observar e compreender com mais facilidade todo o ciclo da laçada de Marte.

 


Outros tipos de laçadas

A laçada de Marte descrita, de maneira geral, é a mais simples de ser ensinada e por isso foi usada como exemplo para que pudéssemos compreender as laçadas dos planetas.  Porém, devemos ter em mente que existem outros tipos de laçadas. A figura 3 ilustra os tipos de laçadas que Marte pode realizar no céu.

 

 

Figura 3: Tipos de laçadas do planeta Marte

 

É importante ressaltar que para cada tipo de laçada, existe uma configuração planetária. Mas, isso é um assunto para um próximo momento.

 

Leia também

 

Descubra Vênus no céu de sua cidade

 

Saiba mais sobre Astronomia no site da Climatempo

 

 

Aprenda a localizar todos os planetas no céu de sua cidade
 

Além de Marte, é possível observar a olho nu no céu da sua cidade mais quatro planetas: Mercúrio, Vênus, Marte Júpiter e Saturno. Se você já curte astronomia e já começou a entender como observar Marte vai adorar o curso preparado pelo professor Marcos Calil.

 

O curso “Astronomia Observacional a olho nu: Stellarium e Planetas” é justamente para ensinar como localizar e contemplar esses planetas de forma simples e rápida .

 

São cinco vídeos aulas, num total de 3 horas e 25 minutos de vídeo, além de uma vídeo aula bônus com o tema “Configurando Stellarium: Objetos do Sistema Solar”, contendo 19 minutos de aula. 

 

Além disso, ao adquirir o curso, você terá acesso a conteúdo exclusivos que oferecem diversos materiais impressos e links. Você vai poder acessar também as lives realizadas no YouTube pelo Prof. Marcos Calil todas as terças-feiras, às 21 horas, para aprender cada vez mais sobre outros fenômenos astronômicos que irão ocorrer no céu da sua cidade como, por exemplo, chuvas de meteoros, ocultações de estrelas pela Lua, Lua próxima dos principais objetos celestes e muito mais.


Não perca essa oportunidade e adquira agora seu curso “Astronomia Observacional a olho nu: Stellarium e Planetas” 


Bons céus para todos nós!

 

Siga Marcos Calil nas redes sociais

 

YouTube 


Twitter 


Instagram 

 

 

.

+ mais notícias