Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Seca em Taiwan é a pior desde 1964

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

3 min de leitura

Taiwan vem sofrendo com a pior seca, que pode ser a pior do século. E, essa situação  afeta a fabricação de chips e distribuição do produto pelo mundo.

 

Taiwan é um dos maiores fabricantes do mundo com alta demanda de produtos eletrônicos que utilizam essa peça. No processo de fabricação do chip é necessário usar bastante água. Com a falta de chuva, as fábricas buscam agora em locais mais longe uma fonte de água para auxiliar no processo.

 

Vale salientar que a falta da água já prejudica as plantações locais de Taiwan. Para economizar água, a última vez que Taiwan encerrou as irrigações para agriculturas no país foi em 2015, e antes disso foi em 2004.

 

Uma das causas da falta desta água é que durante a estação chuvosa do ano passado, nenhum tufão atingiu Taiwan ou a costa do país, e isso não ocorria desde 1964. Os tufões em Taiwan ocorrem entre junho e outubro, pegando mais o verão e outono do Hemisfério Norte, com pico maior do fenômeno em julho e setembro.

 

Em anos de La Niña, geralmente tem poucas chuvas, com exceção do outono que costuma chover mais. Além disso, os tufões não são frequentes em anos de La Niña.

 

Seca

 

A seca em Taiwan teve a influência de uma área de alta pressão atmosférica mais frequente sobre o Pacífico e o Sudeste da Ásia. A tendência do aquecimento no Oceano Índico, pode ter induzido a formação do sistema de alta pressão do Oceano Pacífico em 2020, e que também impediu que as chuvas caíssem em junho e consequentemente, reduziram a formação de tufões na região, assim como a relação com as mudanças climáticas.

 

Outro motivo foi a fase da Oscilação Madden Julian estar forte e por um longo período que ajudam a inibir a formação de nuvens de chuva, e mantém presente a área de alta pressão atmosférica nessa região.

 

Outros motivos também como a Oscilação Quase-Bienal (QBO) podem estar associados, mas é necessário uma maior análise dos especialistas em Clima do Mundo. Você pode conferir outras informações no site da NOAA

 

Fonte: Weather News

 

Leia também: Furacões: um guia completo sobre o fenômeno

+ mais notícias