Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Atenção para chuva volumosa no RJ

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

Foto: Rio de Janeiro (RJ), por Andrea Pinheiro

4 min de leitura

Foto: Rio De Janeiro (RJ), por Andrea Pinheiro


As áreas de instabilidade da Zona de Convergência do Atlântico Sul que estão atuando com força sobre grande parte da Região Sudeste causam muita chuva sobre o estado do Rio de Janeiro neste fim de semana. A situação é de muita atenção para o estado, mas especialmente para as regiões do Norte Fluminense e da região Serrana.  A chuva volumosa encharca o solo, e com a previsão de mais chuva para os próximos dias, o risco de deslizamento de terra aumenta.

 

Nesta terça-feira (11), o alerta para chuva frequente e volumosa persiste sobre áreas do extremo sul do estado e sobre a região do interior. Na capital, chove em vários momentos e o risco para transtornos persiste.

 

Até pelo menos o dia 13 de janeiro, todas as regiões do estado do Rio de Janeiro podem ter vários eventos de chuva moderada a forte, com potencial para enchentes nos centros urbanos e elevação repentina do nível dos rios e córregos. Há risco de chuva moderada a forte também no Grande Rio.

 

 

Muita chuva já acumulada


A chuva frequente no estado do Rio de Janeiro não começou agora. Vem chovendo com regularidade desde o começo de dezembro de 2021. 


O mapa mostra o total de precipitação acumulada em 30 dias no Brasil, entre 7/12/2021 até 7/01/2022, pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia. No estado do Rio, algumas áreas no sul fluminense já acumularam de 300 a 40 mm. A região do Grande Rio e a região Serrana já acumularam de 250 mm a 300 mm em 30 dias.

  

Total e precipitação no RJ entre 7/12/2021 e 7/1/2022


A cidade do Rio de Janeiro desde o começo de janeiro de 2022. Pela medição do Alerta Rio, alguns bairros já acumularam mais de 100 mm em 8 dias, sendo que a média de chuva Climatológica geral para a cidade, ponderada para medições em diferentes bairros, é de 165,5 mm

 

Desastres de verão: a culpa da chuva e a culpa do homem


Confira os maiores acumulados na cidade do Rio, segundo o Alerta Rio, no período de 1 de janeiro até 22h do dia 8 de janeiro.


Tijuca: 130,2 mm

Alto da Boa Vista: 184,8 mm

Tijuca/Muda: 140,0 mm

Grota Funda: 117,6 mm

Grajaú: 85,2 mm

Santa Teresa: 82,0 mm

 

A preocupação com transtornos para população aumenta nos próximos dias porque a chuva vai cair em áreas que já estão com muita água acumulada.


no sábado, 8 de janeiro, foram acumulados 81,4 mm em Duque de Caxias/Xerém, 67,8 mm em Saquarema e 66,2 mm em Campos dos Goytacazes, segundo a medição do Instituto Nacional de Meteorologia 


Acumulados de precipitação no estado do Rio de Janeiro em 4 dias, cerca de 23h do dia 4/1/2022 até 23h do dia 8/1/2022


Petrópolis/São Sebastião: 356,8 mm

Angra dos Reis/Serra d’água: 255,6 mm

Silva Jardim/Aldeia Velha: 235,2 mm

Magé/Pau Grande: 222,4 mm

Cachoeiras de Macacu/Centro: 194,8 mm

+ mais notícias