Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Florianópolis tem maior temperatura desde 2019

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

Foto: Cruz Alta (RS), por João Basso

3 min de leitura

Foto: Cruz Alta (RS), por João Basso


O Instituto Nacional de Meteorologia registrou 34,8°C de temperatura máxima em Florianópolis nesta terça-feira, 17 de janeiro, na estação de São José. Este é o novo recorde de calor em Florianópolis para 2022, até agora. O recorde de calor foi batido pelo segundo dia consecutivo, pois o recorde anterior era de 33,9°C, em 16 de janeiro. 

 

A tarde de 18 de janeiro foi a mais quente em Florianópolis  desde 24 de fevereiro de 2019, quando a temperatura chegou aos 38,3°C. Em 2021, a maior temperatura na capital catarinense foi de 33,6°C, no 4/2/2021

 

 

Risco de chuva forte em SC

 

Florianópolis, e o litoral catarinense, têm uma quarta-feira com predomínio de sol e não há previsão de chuva. O litoral de Santa Catarina segue semana com sol e calor, com pancadas de chuva e raios a partir da tarde na quinta, 20, na sexta, 21 e no domingo, 23 de janeiro. Em Florianópolis, a temperatura alcança sempre um pouco mais do que 30°C, mas não há previsão de novos recordes.

 

Já pelo interior de Santa Catarina, a semana segue com sol, calor e pancadas de chuva com raios a partir da tarde. Há risco de chuva forte até a quinta-feira, mas na sexta e no fim de semana, a chance de temporais é baixa.

 

 

Muito calor no RS e no PR

 

Áreas do Rio Grande do Sul e do Paraná ficaram entre as mais quentes do Brasil nesta terça-feira, 18 de janeiro. Cidades gaúchas voltaram a registrar mais de 40°C. Com 41,1°C , Santa Rosa teve a maior temperatura no país no dia 18 de janeiro.

 

5 maiores temperaturas no Brasil em  18/01/2022 (Inmet)

 

Santa Rosa (RS)41,1°C

São Luiz Gonzaga (RS): 40,7°C

Jardim (MS): 39,2°C

Foz do Iguaçu (PR): 38,8°C

Santo Augusto (RS): 38,7°C

Rio de Janeiro/Marambaia (RJ): 38,5°C

 

O calor intenso é um dos motivos que tem permitido a ocorrência de fortes pancadas de chuva sobre o Sul do Brasil nos últimos dias. As pancadas de chuva vão continuar ocorrendo nos dois estados no decorrer da semana, mas não é possível prever com antecedência a ocorrência de uma microexplosão, como ocorreu em Guaíba no dia 17 de janeiro de 2022.

 

Confira o comentário da meteorologista Vanessa Gehm, que atua na Defesa Civil do Rio Grande do Sul

 

 

 

 

Confira a passagem de uma chuva intensa sobre Venâncio Aires (RS), na segunda-feira, 17/1/2022. As imagens são do Climaaovivo.com.br

 

+ mais notícias