Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Material online com foco na proteção da camada de ozônio

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

6 min de leitura

Foto: ONU News/NASA: aspecto do buraco na camada de ozônio em setembro de 2018


Professores podem consultar kits de preparação oferecidos pelo Pnuma; série em quadrinhos em diferentes formatos são destinados a alunos pré-adolescentes; agência da ONU ainda vai lançar um exclusivo para adolescentes.

 

Pnuma defende que restaurar a camada de ozônio danificada e devolvê-la aos níveis anteriores a 1980 serão necessárias décadas

 

A Secretaria de Ozônio do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, Pnuma, apresentou o primeiro material online para professores e alunos pré-adolescentes. 

As novas ferramentas oferecem recursos de animação e jogos para educação sobre a proteção da camada de ozônio e do meio ambiente. 

 

 

Crise


Os livros de exercícios são para alunos entre 8 e 12 anos. Em breve, a segunda etapa deverá ser especialmente dedicada a grupos da faixa etária seguinte.  

 

A plataforma de educação do Pnuma destaca a série de histórias Reset Earth, ou reiniciar a Terra, em tradução livre. Os protagonistas Knox, Terran e Sagan são os novos personagens das aventuras para melhorar a consciência dos usuários.  

 

Para a chefe executiva do secretariado, Meg Seki, as narrativas sobre a camada de ozônio e o Protocolo de Montreal oferecem esperança para a geração mais jovem num momento de crise climática aguda.  

 

Uma das ideias na concepção do material foi atender à crescente demanda por material didático virtual. Por isso, os kits foram adaptados para impressão e os episódios publicados em formato de quadrinhos para acesso universal. 

 

 

Estratosfera  


Na primeira fase, o material introduz a ciência ambiental para ajudar a educar, aumentar a consciência e inspirar ações entre jovens sobre a importância da camada de ozônio e a necessidade contínua de protegê-la. A próxima será especialmente para adolescentes e está em desenvolvimento para lançamento em breve. 

 

O material faz parte das medidas que vêm sendo lançadas, há cerca de 40 anos, na sequência do alerta sobre o desgaste do escudo invisível a 15 a 35 km acima da superfície da Terra.

 

A camada do gás presente na estratosfera protege os humanos, os animais, as plantas e os ecossistemas da radiação ultravioleta. 

 

O buraco de ozônio cresceu com as emissões de substâncias presentes em produtos como latas de aerossol, geladeiras, condicionadores de ar, espumas isolantes, extintores de incêndio, solventes e muitos outros produtos. 

 

Depois do alerta de cientistas, líderes mundiais e políticos se mobilizaram com ações contra os CFCs e outras substâncias que destroem a camada de ozônio em nível global. Como parte dessas medidas foi adotado o Protocolo de Montreal sobre Substâncias que Destroem a Camada de Ozônio, em 1987.  

 

 

Camada


O tratado endossado por pelo menos 197 nações e a União Europeia é considerado um dos que teve maior sucesso em todos os tempos na área ambiental.  

 

O Pnuma ressalta que a eliminação gradual das substâncias que destroem a camada de ozônio também contribuiu significativamente para conter as mudanças climáticas, pela grande potência da poluição causada pelos gases de efeito estufa. 

 

A agência reconhece, no entanto, que para restaurar a camada de ozônio danificada e devolvê-la aos níveis anteriores a 1980 serão necessárias décadas de vigilância e proteção constantes por parte da comunidade do Protocolo de Montreal e das gerações futuras.  

 

Fonte: ONU News

+ mais notícias