Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Avalanches sem precedentes matam 11 pessoas nos Alpes

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

Foto: BARBARA GINDL/APA/picturedesk/picture alliance/DW divulgação

3 min de leitura

Foto: BARBARA GINDL/APA/picturedesk/picture alliance/DW divulgação

 

Ao menos 11 pessoas morreram entre a última sexta-feira (04/02) e o domingo (06/02) nos Alpes austríacos, alemães e suíços devido a avalanches. A maioria das fatalidades ocorreu na Áustria, onde as autoridades contabilizaram nove vítimas - oito delas na região do Tirol. Na Suíça, um italiano morreu. E no estado da Baviera, na Alemanha, houve a morte de um suíço.

 

De acordo com autoridades austríacas, 70 chamados de socorro foram feitos durante o final de semana para resgatar ou ajudar pessoas. Em torno de 500 agentes trabalharam nas buscas.

 

No Tirol, uma das áreas mais procuradas por turistas para a prática de esportes de inverno, ocorreram pelo menos 100 avalanches nos últimos dias. Segundo especialistas, é a primeira vez que um número tão alto do fenômeno é registrado em um período tão curto.

 

O acidente mais grave ocorreu na sexta-feira, na estação de esqui de Ischgl, na fronteira da Áustria com a Suíça. Um grupo de cinco esquiadores suecos foi surpreendido por uma avalanche e apenas um deles, que ficou parcialmente coberto pela neve, sobreviveu.

 

O homem, de 42 anos, conseguiu usar o celular para ligar para o seu país Natal e avisar um amigo, que imediatamente alertou as equipes de resgate.

 

Desde sexta-feira, o nível de alerta subiu para três em uma escala que vai até cinco. Isso indica que há perigo considerável de novas avalanches acontecerem.

 

Dois terços de todos os acidentes com avalanches ocorrem justamente no nível três, conforme explicou Rudi Mair, chefe do Serviço de Alerta para Avalanches do Tirol: "Essa estatística mostra o quão perigoso é esse nível."

 

Nesta segunda-feira, a situação pode ficar ainda pior, uma vez que estão previstas queda de meio metro de neve e fortes rajadas de vento, principalmente no norte da região. O nível quatro de alerta não está descartado.

 

Nas últimas décadas, as avalanches tem matado em torno de 20 pessoas por ano na Áustria, ainda que nos dois últimos anos o número tenha diminuído devido às restrições de viagens causadas pela pandemia de coronavírus.

 

Na Grécia, neste domingo, foram localizados os corpos de três alpinistas gregos que estavam desaparecidos desde sábado. Segundo veículos de comunicação locais, eles também teriam sido surpreendidos por uma avalanche.

 

Logo Deutsche Welle Deutsche Welle

+ mais notícias