Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Colheita da soja e arroz vão continuar paradas no RS

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

4 min de leitura

Mais uma semana com chuva forte no Sul. No sudoeste do Paraná a soma de tempestades que acontecerão entre terça e sexta-feira e o próximo domingo(10) devem gerar extremos entre 125mm e 200mm.

 

As atividades de campo como colheita da soja e do arroz no Rio Grande do Sul e manutenção da segunda safra de milho continuarão paradas, já que serão poucos os períodos com sol. E não há previsão de calor.

 

soja_Marisete Bellolli_conab_valendopost

Foto: Marisete Belloli - Conab

 

Cana e laranja 

 

No Sudeste, também há previsão de pancadas de chuva, porém com menor acumulado. A precipitação alcança áreas de cana de açúcar e laranja de São Paulo e café do sul e leste de Minas Gerais e sul do Espírito Santo. Mas a área que mais precisa de chuva, o norte de Minas Gerais, permanecerá sob sol e calor.

 

No Centro-Oeste, a chuva também enfraquece nesta semana, aumentando o déficit hídrico em Goiás. No Nordeste, a chuva forte alcança o leste e norte da Região, mas o tempo permanecerá seco no interior da Bahia. A temperatura máxima alcança 40°C no Vale do São Francisco entre a próxima sexta-feira(08/04) e a quinta-feira (14/04) da semana que vem.

 

Por fim, nesta semana, há previsão de chuva forte em boa parte da Região Norte com exceção do sudeste de Tocantins, que também começa a sentir os efeitos da diminuição da precipitação.

 

A semana que vem ainda começará com chuva forte no Paraná. Em apenas um dia, estimam-se 150mm em alguns pontos do reservatório de Itaipu, na fronteira com o Paraguai. Porém, rapidamente a chuva desloca-se na direção do Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste, enquanto a Região Sul finalmente passará por um período um
pouco mais prolongado com tempo seco.

 

A volta da chuva para o centro do Brasil será bem-vinda, mas o acumulado será irregular. No sudoeste de Goiás, estimam-se menos de 15mm, enquanto áreas do norte de Goiás e de Mato Grosso e leste de Minas Gerais receberão mais de 50mm.

 

 

Como monitorar o Clima na sua fazenda?

 

Otimizar o plantio, ficar de olho no Clima para avançar com os trabalhos no campo e observar o desenvolvimento da cultura para evitar perdas são algumas das decisões que você produtor rural precisa tomar durante a safra. 

 

AgroclimaPRO é um serviço de tecnologia da Climatempo que utiliza o conhecimento meteorológico. Com ele você pode acessar o histórico de dados de Clima para sua fazenda e pode detectar áreas com menor vigor vegetativo. Além disso, você fica sabendo como será a demanda hídrica da sua lavoura nos próximos 15 dias e ainda consegue identificar os melhores dias e horários para realizar as pulverizações. 

 

Faça parte da maior comunidade AGRO! O canal oficial da Climatempo no Telegram fornece conteúdos diários e exclusivos sobre o Clima e previsão para a agricultura. Quero fazer parte!

+ mais notícias