Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Calor de outono bate recorde no Centro-Oeste do Brasil

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

3 min de leitura

 

O calor bateu o recorde no centro-oeste do Brasil na tarde de ontem, 6 de abril. Campo Grande, capital de Mato Grosso do Sul, registrou a maior temperatura do ano. Brasília e Cuiabá registraram a tarde mais quente para um dia de abril desde 2020.

 

 

Foto: iStock

 

 

A tarde de 6 de abril foi a mais quente de 2022 até agora em Campo Grande, capital de Mato Grosso do Sul, com a temperatura máxima de 33,1°C . A medição foi do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet)

 

Em Cuiabá, capital de Mato Grosso, de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a temperatura máxima em 6 de abril foi de 36,6°C. Esta foi a segunda maior temperatura para o ano de 2022 e a maior temperatura, para um dia de Abril desde 2020, quando a temperatura máxima foi de 37,3° C, em 5/4/ 2020

 

Em Brasília, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet)registrou a temperatura máxima de 30,3°C na tarde de 6 de abril. Foi a segunda maior temperatura em 2022 e e a maior temperatura em um dia de abril, desde 4/4/2020 quando a temperatura máxima chegou a 30,5°C

 

Em Goiânia a tarde de 6 de abril também foi uma das mais quentes do ano, com temperatura máxima de 34,8°C, de acordo com o  Inmet.

 

 

Previsão do tempo

 

Nesta quinta-feira, 7 de Abril, as quatro capitais da Região Centro-Oeste do país passam um dia com bastante sol, um pouco de nuvens mas sem chuva. As pancadas de chuva devem retornar a partir da tarde desta próxima sexta-feira.

 

 

Um sistema de alta pressão atmosférica ganhou força sobre a região centro-oeste do Brasil reduzindo a nebulosidade e também as condições para chuva. Isto permitiu que o sol aparecesse forte por mais tempo ajudando a elevar as temperaturas. Além disso, ventos quentes vindos do norte do Brasil estão predominando na região e ajudam a aquecer o ar.

+ mais notícias