Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Qualidade do ar piorou em SP no feriado

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

3 min de leitura


A tarde do feriado de 21 de abril foi uma das mais secas do ano até agora na cidade de São Paulo. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou 26% de umidade no ar na estação meteorológica do Mirante de Santana, na zona norte da capital. Este valor foi o terceiro mais baixo de 2022, até agora. A menor umidade relativa do ano foi de 21%, em 26 de fevereiro.


São Paulo foi a segunda capital mais seca do país ficando atrás apenas de Goiânia.


Confira as cinco capitais mais secas em 22/4/2022


Goiânia: 23%

São Paulo: 26%

Belo Horizonte/Cercadinho: 28%

Cuiabá: 30%

Brasília: 33%

 


Mais ozônio no ar

 

O feriado de Tiradentes foi um dia seco e ensolarado no estado de São Paulo. A cidade de São Paulo também teve muito sol. Mas a qualidade do ar piorou na região metropolitana e em várias áreas do interior paulista por causa do aumento do ozônio. O grande número de horas de sol estimulou a formação do ozônio. 

 

O ozônio é uma molécula formada por três átomos de oxigênio. A luz do sol provoca uma reação química na atmosfera que quebra moléculas e deixa o oxigênio livre para formar a molécula do ozônio.

 

 

Luz do sol e a formação do ozônio


De acordo com avaliação da Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo), às 18 horas desta quinta-feira, 21 de abril, a cidade de São Paulo tinha 12 postos de monitoramento com qualidade do ar moderada e 3 com boa qualidade. Em todas as estações moderadas, o problema foi o aumento da concentração de ozônio. Na quarta-feira, 20 de abril, São Paulo teve qualidade do ar moderada em 3 locais de medição e 14 com boa qualidade do ar.


No interior do estado, o aumento da concentração de do ozônio foi observado em Americana, Campinas/Taquaral e Paulinia/Sta.Terezinha.

 

 

Efeitos na saúde

De acordo com a Cetesb, o aumento da concentração de ozônio  causa tosse seca e cansaço. Pessoas com doenças cardíacas e pulmonares devem reduzir o esforço físico pesado ao ar livre


Perigo invisível: poluição mata


Nesta sexta-feira e no fim de semana, o estado de São Paulo terá um aumento da nebulosidade e pancadas de chuva em algumas regiões do estado, o que vai diminuir a chance de formação do ozônio.

+ mais notícias