Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Alerta de temporais na costa norte do Brasil

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

8 min de leitura

 

Nebulosidade sobre o Brasil


Nos três estados da Região Sul do país e no Mato Grosso a chuva é influenciada por um corredor de umidade que vem da Região Norte do país, mais um cavado nos níveis médios da atmosfera, e mais as fortes correntes de vento em altitude.

 

A frente fria que causou fortes chuvas e volumes elevados e rajadas de vento entre sexta-feira (22) e sábado(23) sobre o PR, MS e RS, e ajudou no sábado ventoso no estado de São Paulo e nas rajadas de vento em parte do Rio De Janeiro ficará em alto mar, na altura da costa do Sudeste.

 

 

GettyImages-1318925629

Foto: Getty Images

 

Na retaguarda desta frente fria uma nova massa de ar frio atua sobre o Sul do país e ajuda a deixar as temperaturas mais baixas também em parte das áreas costeiras paulista e proximidades dessas áreas.

 

O ar seco predomina sobre a maioria das áreas do Sudeste, parte do Centro-Oeste, na metade sul do Tocantins, no sul do Piauí e no centro oeste da Bahia, dificultando a formação de grandes nuvens.

 

A presença da ZCIT - Zona de Convergência Intertropical, mais o calor e a alta umidade do ar trará chuva intensa e acumulados altos do norte do Amazonas e Roraima até o Rio Grande do Norte. Além disso, a umidade constante que vem do mar ajudará na chuva pela faixa leste do Nordeste, com previsão de acumulados pontualmente elevados em parte dessas áreas.


Previsão do tempo para 24/04/2022 - domingo

 

Neste domingo, o tempo volta ficar firme e faz sol na faixa leste de SC e do RS, e há nebulosidade, mas não chove no nordeste de SC e na região de Curitiba, no PR. Nas demais áreas da Região, o sol aparece, mas ainda há condições para pancadas de chuva, podendo vir acompanhadas por raios e rajadas de vento a partir da tarde, além de queda de granizo. No litoral do PR ainda há muita nebulosidade e chuva fraca à moderada ao longo do dia.

 

Destaque para as baixas temperaturas nos três estados do Sul do país, por conta da massa de ar frio, que veio na retaguarda da frente fria, que se encontra em alto mar, na altura da costa do Sudeste. Aliás, há risco até de geada nas áreas da serra gaúcha e catarinense.

 

Na Região Sudeste, as pancadas de chuva ainda acontecem de forma muito isolada no litoral de SP, Vale do Paraíba, Região Metropolitana de São Paulo, e Vale do Ribeira, no estado de SP, no sul de MG e da Zona da Mata Mineira, assim como no extremo nordeste de MG, e em boa parte do RJ. No norte do ES, sol e muito calor com chuva passageira. As demais áreas do Sudeste seguem quentes e com tempo firme. Com destaque para as temperaturas mais elevadas do norte de São Paulo ao noroeste e norte de Minas Gerais.

 

O predomínio ainda é de sol no sudeste de MT, na região nordeste de MS, em GO e DF, e não há expectativa para chuva. Atenção a baixa umidade do ar em GO e DF. Vale lembrar que durante a tarde faz calor em todo o Centro-Oeste à tarde. Tem previsão de chuva de forma isolada do sudoeste ao norte de MT e demais áreas de MS. Em pontos do MS a precipitação pode ser mais forte e com risco de granizo.

 

Domingo com muita chuva nas faixas norte e leste do Nordeste. O risco de temporais será mais significativo no centro norte do MA, do PI e de CE, além do risco de acumulados elevados, que devem causar transtornos, inclusive nas três capitais desses estados. Destaca-se também as condições para chuva no leste do RN, PB e PE, além do litoral baiano, que se intensifica, e vem com raios e ventos. Por outro lado, o tempo segue firme apenas no sul do PI e no centro oeste da BA.

 

Na Região Norte mais uma vez o destaque é a chuva, com previsão de chuva forte pelos estados. Com destaque para os temporais mais fortes do norte do AM até o norte do PA. E chuva forte, com raios e ventos na maior parte da Região.


Alertas meteorológicos para 24/04/2022 - domingo

 

Alerta para temporais nas capitais: Boa Vista, Macapá, Belém, São Luís, Teresina, Fortaleza, Natal.

Alerta para chuva moderada a forte nas capitais: Manaus, Porto Velho, João Pessoa, Rio Branco, Recife, Aracaju, Salvador, Região Metropolitana de São Paulo, Região Metropolitana do Rio de Janeiro, Região Metropolitana de Curitiba.


Alerta para temporais: no norte do Amazonas, no norte do Pará, centro norte do Maranhão, do Piauí e do Ceará, no Rio Grande do Norte, no Amapá e em Roraima.

 

Atenção para chuva moderada a forte, com raios e rajadas de vento: no AC, em RO, centro sul do AM e do PA, no norte do TO, sul do MA, centro do PI, sul do CE, na PB, no leste de PE, em SE, no nordeste da BA (como no Recôncavo baiano e região metropolitana de Salvador), e no norte e noroeste do MT.

 

Atenção para chuva moderada a forte, com raios e rajadas de vento: no centro oeste do RS, no oeste de SC, oeste e sudoeste do PR, além de pontos do MS, e no leste do PR (incluindo a região metropolitana de Curitiba), do sul ao leste do estado de São Paulo (incluindo as regiões do Vale do Ribeira, Itapeva, Sorocaba, Região Metropolitana de São Paulo, Jundiaí, Vale do Paraíba e todo o litoral paulista), o estado do Rio de Janeiro, o sul de MG e Zona da Mata Mineira.

 

Granizo previsto neste domingo: em pontos dos três estados da Região Sul, no centro e oeste do RS, no oeste de SC e no oeste e sudoeste do PR e em MS. 

 

Acumulados bem elevados de chuva, com riscos para alagamentos e transtornos no centro e norte do PI, do MA e do CE, no norte do PA e do AM, em RR, e no AP e no litoral do RN. Acumulados altos de chuva também no litoral de PE e da PB.

 

Alerta para o ar seco, com níveis de umidade entre 15% e 30% no DF, centro leste de GO, no centro-oeste da BA, no sul do PI, no centro oeste e noroeste de MG, e no nordeste de SP (como região de Ribeirão Preto e Franca).

 

Rajadas de vento que chegam aos 55km/h no oeste do MS, no leste e nordeste do RS, no sudeste de SC; rajadas de vento que chegam aos 60km/h no norte e noroeste do RJ e no ES, na região do Vale do Rio Doce e da Zona da Mata, em MG.

 

Destaque para as baixas temperaturas e risco para geada nas serras gaúcha e catarinense.

+ mais notícias