Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

BH registra segunda maior chuva em 24h para maio desde 1961

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

5 min de leitura

Passagem de frente fria provocou temporais na região metropolitana da capital mineira. Fim de semana poderá ter recorde de frio.

 

 

A passagem de uma frente fria provocou aumento de nebulosidade e pancadas de chuva em todos os estados da Região Sudeste do Brasil. Na região da Grande Belo Horizonte,  a chuva foi excepcionalmente forte, para os padrões normais do mês de maio. Esse mês já é considerado de seca na região de Belo Horizonte e os eventos de chuva são raros, quase sempre provocados pela passagem de uma frente fria. 

 

Segundo cálculos do Instituto Nacional de Meteorologia para o período de 1991 a 2020, a média de chuva para Belo Horizonte em maio é de apenas 28 mm. É um valor baixo que mostra como maio já é época de seca na capital mineira.

 

 

Belo Horizonte (MG), por Josi Simões

 

Chuva recorde para 24h em maio

 

O Inmet registrou 52,9 mm de chuva sobre Belo Horizonte, na região da estação meteorológica de Santo Agostinho, entre  9 horas do dia 4 e 9 horas do dia 5 de maio. Esse foi o segundo maior volume de chuva em 24 horas em Belo Horizonte, para maio, desde 1961. 

 

 

Confira os 10 maiores volumes de chuva em 24 horas para maio em Belo Horizonte, para o período de 1991 a 2022

  

Data / Chuva 24h (mm)
  30/05/1979: 64,3 mm
  05/05/2022: 52,9 mm
  07/05/2015: 41,7 mm
  13/05/1986: 39,5 mm
  30/05/1998: 38,6 mm
  01/05/2015: 34,1 mm
  29/05/2013: 31,0 mm
  05/05/1998: 29,8 mm

 

A chuva foi forte em várias regiões da capital e em municípios da região metropolitana de Belo Horizonte. A chuva caiu forte também na região das cidades históricas.

 

Os valores a seguir foram registrados pelo Cemaden (Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais) em 24 horas, entre 19h20 do dia  4 e 19h20 de 5 de maio de 2022.

 

Santa Luzia/Palmital: 77,6 mm

Ribeirão das Neves/Areias 1: 74,0 mm

Vespasiano/Santa Clara 1: 71,4 mm

Ouro Preto/Alto Dom Bosco: 68,5 mm

Belo Horizonte/AC Jaraguá: 63,1 mm

Ibirité/Serra Dourada: 59,6 mm

Raposos/Água Limpa: 59,4 mm

Betim/São Caetano: 57,2 mm

Contagem/Bairro Praia: 50,0 mm

 

Risco de chuva forte do leste de MG nas próximas 48 horas

 

A frente fria que mudou o tempo em Belo Horizonte está agora na altura do litoral do Espírito Santo. Durante esta sexta-feira, este sistema ainda vai causar pancadas de chuva sobre o centro, leste e noroeste de Minas Gerais. A maioria das pancadas de chuva nesta sexta-feira será em pequenas áreas e de fraca intensidade, inclusive na região metropolitana de Belo Horizonte.

 

As regiões do Vale do Rio doce e do Vale do Jequitinhonha vão ficar em atenção para chuva moderada a forte nesta sexta-feira.

 

 

Possibilidade de recorde de frio em Belo Horizonte

 

A presença de ar frio de origem polar e a diminuição de nebulosidade esperada a partir do sábado vão fazer com que o ar fique mais frio durante as noites na capital mineira. 

 

Belo Horizonte poderá bater sucessivos recordes de menor temperatura do ano entre o sábado,7,  e a próxima terça-feira, 10 de maio. Nesses dias, a temperatura mínima deve variar de 13°C a 15°C. Pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia, a menor temperatura em 2022 em Belo Horizonte, até agora, é de 15,6°C no dia 16 de abril

 

 

Previsão para o fim de semana

 

No fim de semana do Dia das Mães, a região da Grande Belo Horizonte, o Sul de Minas, a Zona da Mata Mineira, a região do Triângulo Mineiro e o Alto Paranaíba terão bastante sol. Será um fim de semana típico de outono nessas regiões, com frio à noite e ao amanhecer e temperaturas agradáveis no restante do dia. Não há previsão de chuva, mas a região da Zona da Mata Mineira terá um aumento de nebulosidade durante o domingo.

 

Na região do Vale do Rio Doce e do Vale do Jequitinhonha, ainda há risco de fortes pancadas de chuva durante o sábado. Para o domingo a previsão é de muitas nuvens nessas regiões, mas com períodos de sol e já não há mais previsão de chuva. 

 

A região do noroeste de Minas Gerais vai continuar tendo pancadas de chuva e sol durante o fim de semana.

+ mais notícias