Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Gestão de riscos nas rodovias devido às mudanças climáticas

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

4 min de leitura

 O aumento de eventos extremos impacta diretamente na sociedade como um todo, e cada vez mais voltamos o nosso foco para os riscos que tais eventos produzem no dia a dia das empresas e da sociedade. No setor de logística e transporte, fenômenos de tempo severo provocam deslizamentos que culminam em prejuízos econômicos e impactam diretamente na agenda sustentável.

 

A ocorrência de fenômenos de precipitação em determinadas regiões, proveniente das mudanças climáticas, voltam as nossas atenções para as medidas e prevenções que podem ser tomadas diante de tal problemática. 

 

O cuidado com os estes impactos estão cada vez mais presentes nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das empresas, e a Climatempo faz o papel de contribuir positivamente para que os gerenciamentos de riscos tenham maior consciência e controle das suas atividades.  

 

Como ocorrem os deslizamentos? 

 

A precipitação sobre uma região de declive começa a se infiltrar no solo e, se a chuva for em grande volume, o solo fica saturado e perde a estabilidade.  É como uma esponja: quanto mais “encharcada”, mais mole fica. No Brasil, é comum a ocorrência de deslizamentos na Serra do Mar. 

 

Para as concessionárias de rodovias, quando ocorre um evento deste tipo, é necessário um deslocamento de uma grande equipe que, se preparada com antecedência, acelera todo o processo de reabertura da pista. Algumas estratégias que as equipes de pista podem tomar é, por exemplo, interditar a pista que está em possível risco de deslizamento, até que o risco deixe de ser grave. 

 

Mas como a Climatempo pode contribuir para estas estratégias?

A Climatempo atua nas empresas diretamente com a ferramenta SMAC, na qual é possível saber os locais da pista onde haverá maior precipitação e em qual horário do dia o evento ocorrerá. Além disso, enviamos alertas, com antecedência, diretamente para uma sala de controle que tomará as devidas ações necessárias. 

 

Climatempo na Ecorodovias

No dia 22 de junho, estivemos na Ecorodovias, explicando como a ferramenta SMAC pode auxiliar a concessionária a diminuir os riscos. O evento ocorreu e foi ministrado pelo Bruno Rossi, especialista em geotecnia e teve a participação dos nossos meteorologistas Thiago Aires e Patrícia Vieira, que apresentou um detalhamento da ferramenta para o grupo.

 

Confira no post no Linkedin. Clique aqui

1655938754864

  

Além do SMAC, a Climatempo auxilia diretamente no relatório ESG das empresas e nos impactos ambientais que outras regiões podem trazer para uma rodovia. Por exemplo, por que um evento de seca no Mato Grosso impacta diretamente o fluxo de caixa de uma concessionária? Bem, de forma simplista, quando há eventos de seca em outras regiões do país, há um risco imediato de que a safra de grãos seja impactada e, consequentemente, o fluxo de caminhões e de transporte da via seja menor. Nestas ocasiões, a Climatempo atua diretamente com as previsões climáticas, uma outra forma de auxiliar as concessionárias a ter um maior entendimento do fluxo.

 

A Climatempo tem o papel de auxiliar as concessionárias em todas as vias, seja por meio do alerta de eventos extremos ou até mesmo com estudos de sustentabilidade.

Conheça mais sobre as soluções para o seu negócio aqui

+ mais notícias