Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Semana vai terminar com ar mais frio no Brasil

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

3 min de leitura

Oferecido por

 

O calor intenso já está com dias contados em vários estados do interior e da região central do país. Os modelos de previsão do tempo já indicam a chegada de uma nova e forte frente fria, trazendo um ar polar mais abrangente, proporcionando o aumento nas condições de chuva entre a sexta-feira, 24 de maio e o próximo final de semana, trazendo, além de chuva, um alívio para as altas temperaturas! 

 

Com a chegada deste sistema, teremos novamente atenção voltada para as condições de chuva no Sul, mas, já sem condições para a frente fria ficar restrita ao estado gaúcho. A primeira forte frente fria que passou no final de semana dos dias 10 e 11 de maio, começou a enfraquecer o padrão do bloqueio atmosférico e agora, com o deslocamento da alta pressão que segue atuando por vários dias, para alto mar, teremos a condição de normalidade no avanço dos sistemas - do Sul em direção ao Sudeste. 

 

O que vai chamar a atenção é a massa de ar polar que vem na retaguarda desta frente fria que deve se formar na noite de quinta-feira (23) no Sul e avançar no decorrer da sexta-feira sobre o Sudeste. A tendência é de uma queda mais significativa já neste próximo final de semana, 25 e 26 de maio, sobretudo nos estados da Região Sul (novamente), em São Paulo, nas cidades do centro-sul de Mato Grosso do Sul e até mesmo em áreas entre sul e interior do Rio De Janeiro, estados de Minas Gerais e no sul de Goiás. A tendência é que este ar mais frio influencie novamente o estado de Mato Grosso e provoque friagem entre Rondônia e o Acre - na Região Norte do País.

 

Imagem do WhatsApp de 2024-05-19 à(s) 13.41.39_77d6c1cc

Mapa de temperaturas de 26 a 28/05/2024

 

Com a queda mais acentuada e a troca do ar quente para o ar mais frio, podemos considerar já uma virada para estas regiões, com mínimas e máximas mais baixas.

 

Os modelos continuam vendo a possibilidade nesta queda mais acentuada de temperatura, agora com padrões mais típicos do outono em muitos estados do centro-sul do país até o final do mês; claro, ainda teremos condições de tempo mais seco e temperaturas acima de 30 °C em algumas localidades, mas, a partir deste período a tendência é que não tenhamos mais um período de calor mais intenso por vários dias ou até semanas consecutivas. 

Conteúdo em Vídeo

Notícias Recomendadas

+ mais notícias