Argentina e Uruguai continuam fervendo

06/01/2014 às 20:29
por Josélia Pegorim

Oferecimento
Pancadas de chuva devem ser mais frequentes a partir do dia 11 de janeiro fazendo calor diminuir
O calor intenso não tem dado trégua aos argentinos e aos uruguaios. Uma massa de ar muito quente e seca continua predominando sobre estes países causando temperaturas muito elevadas e níveis de umidade bastante baixos. O desconforto é grande, pois são muitas horas seguidas com calor extremo, com temperaturas acima dos 34°C. Por volta das 18 horas (19 horas em Brasília) de 6 de janeiro de 2014, a temperatura chegava aos 41,1°C em Santa Rosa, cidade argentina na província de La Pampa, área central da Argentina. A umidade relativa do ar era de apenas 9%, uma situação de emergência pelos padrões da OMS – Organização Mundial de Saúde. A medição foi feita pelo Serviço Nacional de Meteorologia da Argentina. Às 18 horas, as 15 maiores temperaturas no país eram todas acima dos 37°C. Em Buenos Aires, os termômetros estavam em torno dos 34°C. A previsão indicava mais uma noite extremamente quente para os argentinos.

O calorão no Uruguai também está chamando atenção, bem como no Sul do Brasil. O serviço meteorológico oficial do Uruguai mediu quase 37°C em Artigas, no noroeste do país, às 18 horas da segunda-feira, 6 de janeiro de 2014. Na capital, Montevideo, a temperatura era de 35°C.

Nos próximos dias, a passagem de frentes frias pela costa da Argentina e do Uruguai traz algumas pancadas de chuva especialmente para as cidades costeiras. A partir do dia 11, as frentes frias devem ser mais frequentes nos dois países causando um maior número de áreas de chuva que vão ajudar a baixar a temperatura.

CIDADES RELACIONADAS

Brasília - DF

19°
min

29°
max

10mm / 83%

FASES DA LUA

  • Minguante
    19/12
  • Nova
    26/12
  • Crescente
    04/12
  • Cheia
    12/12

ESTAÇÕES DO ANO

  • Primavera
    23/09
  • Verão
    22/12
  • Outono
    20/03
  • Inverno
    20/06