Qualidade do ar piorou em São Paulo: excesso de ozônio deixa a Grande SP em estado de atenção

08/11/2011 às 17:09
por Josélia Pegorim

Oferecimento
São
Paulo ficou muito seca nesta terça-feira e a forte do níveis de umidade do ar inibiram a formação das nuvens, deixando a cidade ensolarada. Mas o excesso de sol trouxe o aumentou da concentração de ozônio  e a qualidade do ar piorou na tarde de hoje na Grande São Paulo e também em áreas do interior paulista. A Cetesb - Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental - registrou índices de ozônio acima do padrão das leis ambientais brasileiras na região da USP, em Pinheiros, no Ibirapuera de em São Caetano do Sul. Na cidade Paulínia, na região de Campinas, também houve excesso de ozônio e má qualidade do ar. Todos estes locais  passam as próximas 24 horas em "estado de atenção", porque as condições meteorológicas ainda devem favorecer a alta concentração de ozônio. A massa de ar seco que começou influenciar o Estado de São Paulo deve predominar até o sábado. Até lá, os níveis de umidade do ar vão continuar abaixo do normal para esta época do ano. Com o ar seco, pouca ou nenhuma nebulosidade se forma durante o dia permitindo que todo o Estado São Paulo tenha muitas horas de alta insolação, isto é, sol forte.

CIDADES RELACIONADAS

Campinas - SP

20°
min

31°
max

14mm / 80%

São Paulo - SP

20°
min

30°
max

5mm / 83%

FASES DA LUA

  • Minguante
    19/12
  • Nova
    26/12
  • Crescente
    04/12
  • Cheia
    12/12

ESTAÇÕES DO ANO

  • Primavera
    23/09
  • Verão
    22/12
  • Outono
    20/03
  • Inverno
    20/06