Extremos e recordes – 21/01/16

21/01/2016 às 23:15
por Josélia Pegorim

Oferecimento
Tarde mais fria em Fortaleza, Palmas, Vitória, São Luís

Chuva e excesso de nebulosidade derrubaram a temperatura nas capitais Vitória (ES) Palmas (TO), Fortaleza (CE) e São Luís (MA). As quatro registraram a tarde mais fresca do ano, com a menor temperatura máxima.

Em São Luís, a temperatura máxima foi de 27,2°C, pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia. Em Vitória, a temperatura máxima foi de 24,7°C.

 

 

 

 

 

Em Fortaleza, o volume de chuva acumulado entre a manhã do dia 20 e a manhã do dia 21 foi o maior do ano até agora. A chuva forte alagou ruas na capital do Ceará.

 

 

A grande diminuição de nuvens sobre Cuiabá, capital de Mato Grosso, por causa da influência de uma forte massa de ar seco, fez com que a madrugada de 21 de janeiro fosse a mais fresca do ano até agora.

 

 

 

A menor temperatura no Brasil ocorreu em Bom Jardim da Serra (SC) e igualou o recorde do país este ano registrado em Nova Friburgo (RJ) em 5 de janeiro.

 

 

 

A maior temperatura no Brasil em 21 de janeiro ocorreu em Urucará (AM) e foi de 37,7°C. Amazonas, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul foram os estados mais quentes no país.

 

A chuva de 21 de janeiro é grande destaque. Acumulados acima de 100 mm ocorreram em áreas de Minas Gerais, da Bahia, do Rio De Janeiro, de Mato Grosso e do Pará.

 

 

 

Em Barreiras, no oeste da Bahia, choveu 410 mm em 21 dias fazendo de janeiro de 2016 o mês mais chuvoso em 36 anos.

 

 

 

 

CIDADES RELACIONADAS

Cuiabá - MT

20°
min

37°
max

0mm / 0%

Palmas - TO

20°
min

36°
max

0mm / 0%