Japão desativa alerta de tsunami

21/11/2016 às 22:11
por Josélia Pegorim

Atualizado 22/11/2016 às 15:22

Oferecimento
Maior onda chegou a 1,4 m

A Agência Meteorológica do Japão desativou alerta de tsunami às 12h50 desta terça-feira, 22, hora do Japão, 23h50 do dia 21 (segunda), hora de Brasília. O alerta foi emitido no começo da noite do dia 21 de novembro (fim da madrugada do dia 22 no Japão), após um terremoto de magnitude 7,4.

 

A maior onda foi de 1,4 metros na região de Sendai, onde o evento começou às 7h09 e terminou às 8h03 de 22 de novembro, pelo horário do Japão.

 

 

Confira a altura das ondas observadas

 

 

 

A tabela mostra o histórico de alertas emitido pela Agência Meteorológica do Japão (JMA, na sigla em inglês) no dia 22/11/2016.

 

 

 

Alerta de tsunami no Japão

A Agência Meteorológica do Japão (JMA,na sigla em inglês) emitiu um alerta de tsunami para a região onde está a usina nuclear de Fukushima às 5h59 do dia 22 de novembro, hora local, 18h59 de 21 de novembro, segunda-feira, em Brasília, por causa de um forte terremoto de magnitude 7,3 na escala Richter. O epicentro do terremoto ocorreu a 30 km de profundidade localizado na latitude 37,3°N e longitude 141,6°L, próxima da região de Fukushima.

 

 

A ordem foi de evacuação imediata. Outras áreas da costa leste do Japão também receberam alerta, mas com nível menor de perigo do que o emitido para a região mais próxima de Fukushima, que fica na ilha de Honshu, a principal do arquipélago japonês.

A Agência Meteorológica do Japão prevê que a onda de tsunami alcance de 1 a 3 metros.

O mapa da JMA mostra as regiões em alerta. O "x" mostra o local do epicentro do terremoto.

 

 

No mapa do serviço geológico dos Estados Unidos (U.S.Geological Survey)  é possível ver o ponto do tremo de magnitude 6,9 (em azul) localizado sobre o mar, a 37 km a leste-sudeste de Namie, na costa leste do Japão e a uma profundidade de 11,4 km. As outras marcações (círculos em laranja) indicam tremores menores, secundários.

 

 

 

O Japão está dentro das áreas do planeta sujeitas a terremotos, pois se localiza numa região de junção de placas tectônicas. Diversos tremores ocorrem frequentemente no país e às vezes alguns são violentos provocando muita destruição.

Em 11 de março de 2011 um grande tsunami atingiu a usina nuclear de Fukushima, após um terremoto de magnitude 9,0

 

 

 

Tsunami meteorológico

O alerta emitido nesta segunda-feira no Japão foi para o risco de um tsunami de origem geológica.

Recentemente, o litoral sul de Santa Catarina experimentou o que se chama um "tsunami meteorológico", que tem origem em perturbações da pressão atmosférica sobre a superfície do mar por causa da passagem de forte instabilidade atmosférica.

Entenda a diferença entre o tsunami geológico, o tsunami meteorológico e um swell.

CIDADES RELACIONADAS

Brasília - DF

17°
min

28°
max

25mm / 80%