Eclipse da Lua 10/2/17

09/02/2017 às 23:34
por Josélia Pegorim

Atualizado 10/02/2017 às 23:20

Oferecimento
Compartilhe sua foto da lua com a gente!

Como já era esperado, a cidade de São Paulo ficou com muitas nuvens na noite de 10 de fevereiro de 2017 e o eclipse lunar penumbral não pode ser visto. Mesmo a visualização da Lua cheia, antes do eclipse ocorrer, foi muito prejudicada pelas nuvens.

A imagem abaixo mostra a Lua cheia em 10/2/17, às 22h27, captada pela câmera instalada no topo do prédio da Climatempo. Lua entre muita nuvens!

 

 

Em Sorocaba foi possível ver o eclipse lunar penumbral

 

 

 

Lua cheia de 10/2/17 em São Tomé das Letras (MG) antes do eclipse

 

 

 

O professor Edimilson Oliveira comentou a transmissão ao vivo do eclipse lunar penumbral de 10/2/17 junto com o professor Marcos Calil. Na foto, Edimilson e Daniel fazendo a montagem para a transmissão ao vivo.

 

 

 

 O que é o eclipse lunar penumbral?

A noite da sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017, é especial porque é noite de Lua cheia, mas não uma lua cheia qualquer. É noite de eclipse lunar penumbral. Neste tipo de eclipse, a lua cheia vai perder um pouco do seu intenso brilho, como se alguém colocasse um filtro na frente do disco lunar, uma espécie de insulfilm. O filtro na verdade é a penumbra provocada pela Terra.

A passagem da Lua cheia pela penumbra da Terra é chamada eclipse lunar penumbral. Este eclipse lunar penumbral é especial porque praticamente todo o disco lunar ficará imerso na penumbra da Terra.

O esquema mostra como o Sol, a Terra e a Lua ficam posicionados, o que produz diferentes eclipses lunares.

 

 

 

O que vamos ver?

A Lua cheia ficará menos brilhante, opaca, como se estivesse com um véu acinzentado. A montagem abaixo mostra as fotos tiradas durante o eclipse lunar penumbral de 24 de abril de 2015. A imagem da esquerda é a Lua cheia normal, antes de ser eclipsada, e a da direita é a Lua cheia na penumbra da Terra. Repare como a Lua da direita está escurecida. As fotos foram feitas pelo professor e divulgador científico Marcos Calil, do canal Momento Astronômico, em Extrema, no Sul de Minas.

 

 

 

Quando ver o Eclipse?

O eclipse lunar penumbral poderá ser observado entre o fim da noite da sexta-feira, 10 de fevereiro, e o começo da madrugada de 11 de fevereiro de 2017.

O ponto máximo do eclipse será às 22h43 no horário brasileiro de verão da noite de sexta-feira, 10 de fevereiro, o que corresponde a 00h43 UTC, hora universal do dia 11 de fevereiro.

Nos estados sem horário de verão, o máximo do eclipse ocorre às 21h43 da noite de sexta-feira, 10 de fevereiro, o que corresponde a 00h43 UTC, hora universal do dia 11 de fevereiro.

Considerando o horário de verão, o eclipse lunar penumbral começa às 20h34 e termina à 00h53 (quase 1 hora) da madrugada do sábado, 11 de fevereiro.

Nos estados sem horário de verão, o evento começo às 19h34 da noite de sexta-feira e termina às 23h53 (pouco antes da meia noite) ainda na noite da sexta, 10 de fevereiro.

A Lua já estará alta no céu, exigindo que se incline bem a cabeça para trás para apreciá-la.

 

Quem vai ver?

Praticamente todo o Brasil poderá ver este eclipse lunar penumbral na sua totalidade, em todas as suas fases. No Acre, numa pequena porção no oeste de Rondônia e nas porções sul e oeste do Amazonas, este eclipse poderá ser observado apenas no nascer da Lua, quando a Lua cheia estiver surgindo no horizonte.

 

 

Não precisa de equipamento

Você não vai precisar de nenhum equipamento especial para ver o eclipse lunar penumbral, apenas dos seus olhos e de um tanto de paciência. Eclipses lunares podem ser observados a olho nu, mas se você tiver um binóculo, de preferência um especial para a observação astronômica, ou uma câmera fotográfica digital terá uma visão privilegiada.

 

Veja as dicas do professor Marcos Calil para comprar um binóculo para observação astronômica.

 

Importante

Mesmo que o céu esteja sem nuvens, se você estiver num centro urbano, onde há muita luz artificial que produz o que os astrônomos chamam de "poluição luminosa", não verá nada do eclipse lunar penumbral. A diminuição do brilho é sutil e só será realmente percebida em lugares longe dos centros urbanos. Mas se você for, por exemplo, para uma estrada onde já não tenha mais os postes de iluminação pública, já estará num local suficientemente escuro para ver este tipo de eclipse. Então, a dica é: saia da cidade, vá para o campo, em lugares escuros.

 

A Climatempo em parceria com professor Marcos Calil, do Momento Astronômico, fará a transmissão AO VIVO do eclipse lunar penumbral de 10/2/2017  A PARTIR DAS 22 HORAS, horário de Brasília.

 

O professor Marcos Calil explica como será o eclipse lunar penumbral de 10/02/2017

 

 

 

 

Efeito do eclipse nos animais

O professor Marcos Calil, do canal Momento Astronômico já teve a oportunidade de ver um eclipse lunar penumbral no campo, em zonas rurais e percebeu o efeito da diminuição do brilho da Lua cheia nos animais: "Quando tem Lua cheia, os animais ficam mais vivos. O brilho intenso deixa a bichos mais ativos. É cachorro uivando, vaca fazendo barulho. Mas quando acontece o eclipse penumbral, os animais se aquietam. Para eles, a falta do brilho intenso é como se a lua tivesse sumido. O campo fica quieto e é uma coisa emocionante perceber isto!"

 

Sem a própria sombra

Calil dá uma boa dica para perceber que o eclipse lunar penumbral está acontecendo: "Quando estamos no interior, no meio rural mesmo, só com a iluminação da luz da Lua cheia, podemos perceber a nossa sombra. Então, quando a nossa própria sombra sumir, é porque está acontecendo o eclipse lunar penumbral. Este é um jeito fácil de perceber o eclipse, mas só vai funcionar se a pessoa estiver em um local fora da poluição luminosa das cidades.

 

Nebulosidade

O espetáculo é de graça, mas se houver muita nebulosidade ou se estiver chovendo, ninguém verá nada do eclipse lunar penumbral.

As condições meteorológicas para este evento não são das mais favoráveis. Grandes áreas de instabilidade crescem sobre o país e a noite da sexta-feira, 10 de fevereiro, será com muitas nuvens e chuva em quase todas as áreas do Norte, do Nordeste e do Centro-Oeste. Parte do Sul e do Sudeste também ter muitas nuvens.

Os mapas mostram a previsão de nebulosidade para o horário de 00 UTC (00Z), 23h de 10/2/17 no horário de verão ou 21h de 10/2/17 sem horário de verão e para o horário de 3 UTC (03Z), 1 hora da madrugada de 11/2/2017 no horário de verão, ou meia-noite do doa 10/2/17 sem horário de verão. As manchas esbranquiçadas e cinzas representam a nebulosidade. Quanto mais preto, menos nebulosidade é prevista para a região.

Assim,

 

 

 

 

 

Qual o melhor dia para convidar um astrônomo para jantar?

Se você um dia quiser convidar um astrônomo para um jantar, então verifique quando será a noite de lua cheia. É nesta noite que ele estará mais "livre".

Brincadeiras à parte, a lua cheia encanta quase todos, é inspiração para os poetas, namorados e vários artistas, mas atrapalha o trabalho de muitos astrônomos.

O intenso brilho de uma lua cheia dificulta a observação de estrelas, pois ofusca o brilho delas.

O brilho da lua cheia dificulta a observação da própria superfície lunar. Os astrônomos usam filtros nos telescópios ou binóculos para diminuir o brilho lunar. Outra opção é fazer uma observação indireta usando anteparos, técnica usada para observar o sol.

A observação de uma lua cheia por um binóculo ou telescópio causa desconforto ocular e até mesmo dor nos olhos por causa do intenso brilho.

CIDADES RELACIONADAS

São Paulo - SP

12°
min

28°
max

0mm / 0%

Brasília - DF

13°
min

27°
max

0mm / 0%

FASES DA LUA

  • Crescente
    19/07
  • Cheia
    27/07
  • Minguante
    06/07
  • Nova
    12/07

ESTAÇÕES DO ANO

  • Inverno
    21/06
  • Primavera
    22/09
  • Verão
    21/12
  • Outono
    20/03