Aumenta o risco de nevoeiro em São Paulo e no Rio de Janeiro

27/06/2017 às 16:16
por Josélia Pegorim

Atualizado 27/06/2017 às 21:15

Oferecimento
Sistema de alta pressão se intensifica na costa do Sudeste

As condições meteorológicas nas próximas 48 horas ficam mais favoráveis para a formação do nevoeiro na região das capitais São Paulo e Rio De Janeiro, onde estão dois dos maiores e principais aeroportos do Brasil e da América do Sul.

 

 

O aeroporto internacional Tom Jobim, no Rio de Janeiro, teve nevoeiro na madrugada e em parte da manhã desta terça-feira, 27 de junho. No pior momento, a visibilidade horizontal nas pistas ficou restrita a 100 metros, mas a redução da visibilidade foi sentida das 5 horas da madrugada até por volta das 8 horas da manhã.

O aeroporto internacional de São Paulo, em Guarulhos, só teve uma névoa moderada que não causou maiores transtornos.

 

Saiba a diferença entre névoa e nevoeiro

 

Alta pressão e nevoeiro de radiação

As condições para a ocorrência do nevoeiro tendem a aumentar nas próximas 48 horas no sul e no leste do estado São Paulo, no centro-sul do Rio de Janeiro e também em áreas como o Sul de Minas e a Zona da Mata Mineira por causa da intensificação de um sistema de alta pressão atmosférica em níveis médios da atmosfera (em torno de 6 mil metros de altitude) na costa de São Paulo e do Rio de Janeiro.

O centro deste sistema de alta pressão atmosférica ficou os últimos dois dias na costa da Região Sul e nesta quarta-feira estará próximo do litoral de São Paulo e do Rio de Janeiro. A proximidade com o centro de alta pressão vai aumentar a subsidência do ar, que é o movimento do ar de cima para baixo. A subsidência causa maior perda radiativa na superfície e deixa o ar perto do solo mais frio. É este resfriamento mais acentuado perto do solo que facilita a formação do nevoeiro. Quando o nevoeiro se forma por este processo de perda radiativa (subsidência) é chamado de nevoeiro de radiação.

 

 

 

A subsidência também facilita a formação da inversão térmica, fenômeno que gerou um denso nevoeiro sobre o Rio de Janeiro no dia 17 de junho de 2017.

 

Outros tipos de nevoeiro

O nevoeiro é um fenômeno meteorológico que causa grande redução da visibilidade horizontal e pode comprometer por várias horas o bom funcionamento do tráfego aéreo, terrestre e marítimo. Pode ocorrer em qualquer lugar e em qualquer época do ano, mas se torna mais frequente no outono e no inverno por causa das baixas temperaturas destas estações.

 

Saiba mais sobre os processos de formação do nevoeiro

CIDADES RELACIONADAS

São Paulo - SP

12°
min

19°
max

3mm / 20%

Rio de Janeiro - RJ

15°
min

24°
max

20mm / 80%