Calor aumenta no interior do país nos próximos dias

30/07/2017 às 16:27
por Bruno Maon

Oferecimento
Temperaturas se aproximam dos 40°C

O grande sistema de alta pressão atmosférica que está no sul do Oceano Atlântico tem influenciado boa parte do Brasil nos últimos dias. O vento úmido e frio deste sistema espalhou muitas nuvens e baixou a temperatura por praticamente toda a faixa leste do Nordeste e também no ES, leste e norte de MG e até mesmo no DF e em áreas do leste e norte de GO. 

 

Mas nos próximos dias esse sistema de alta pressão deve se deslocar um pouco mais para alto-mar, diminuindo sua influência sobre o continente. Na faixa litorânea entre Rio Grande do Norte e Bahia o tempo ainda permanece bastante instável ao longo desta semana, com chuva a qualquer hora. No entanto, o Espírito Santo já perceberá uma nítida diminuição das instabilidades e o sol volta a predominar em todo o estado. Entre o norte e o leste de MG a nebulosidade diminui e as temperaturas voltam a subir.

 

Além do afastamento da alta pressão ao longo da semana, teremos também a chegada de uma nova frente fria ao Sul do Brasil, que deve comprimir sobre a região central do país a forte e ampla massa de ar seco que cobra boa parte do território nacional. Com isso espera-se aumento gradativo das temperaturas em áreas de Goiás, Distrito Federal, Tocantins, norte de Minas Gerais e oeste da Bahia, inclusive com marcas que devem se aproximar dos 40°C na segunda metade da semana.

 

Em Goiânia (GO), onde a temperatura máxima não passou dos 25°C neste domingo (30), a expectativa é que chegue a 31°C na próxima sexta-feira (4). Brasília (DF), que teve máxima de apenas 22°C no domingo, deve ir a 29°C na sexta.

 

No norte de Minas, Januária, que registrou 28°C neste domingo, vai enfrentar um calorão de 33°C no dia 4. No oeste da Bahia, a cidade de Barreiras que hoje já teve 30°C, na sexta deve chegar aos 35°C. 

 

Mas o calor mais intenso promete ser observado no Tocantins. A capital Palmas que hoje já registrou 34°C de máxima, deve ir a 38°C na sexta-feira. E em algumas cidades do interior pode chegar até a 39°C, como em Rio Sono. 

Porém, isso tudo é normal para agosto. Todas essas regiões costumam registrar as maiores temperaturas do ano entre a segunda metade do inverno e o começo da primavera, de agosto a dezembro. E isso se deve à combinação de aumento da radiação nesta época do ano, com a ausência de chuvas, que só costumam retornar com regularidade no fim do segundo semestre. 

O mapa abaixo mostra a chuva prevista no Brasil durante essa semana (de segunda/31 a sexta-feira/04). A região central do país deve continuar sem chuva e a umidade relativa do ar abaixo dos 30% durante os horários mais quentes do dia.



Chuva prevista durante a semana (31/07 - 04/08)

CIDADES RELACIONADAS

Palmas - TO

19°
min

34°
max

0mm / 0%

Goiânia - GO

15°
min

31°
max

0mm / 0%