Chuva de outubro deu 4ª maior geração em Itaipu para o mês

04/11/2017 às 18:17
por Josélia Pegorim

Atualizado 06/11/2017 às 21:47

Oferecimento
Volume de chuva em outubro em Foz do Iguaçu superou o dobro da média para o mês

 A chuvarada de outubro no Sul do Brasil fez com que a usina de Itaipu tivesse a quarta maior geração de energia para este mês nos seus 33 anos e meio de operação. Foram produzidos 8.291.916 MWh em outubro, quantidade de energia que é suficiente para abastecer Foz do Iguaçu por 15 anos, segundo informações oficiais da Itaipu Binacional. Desde o início de 2017, a geração de Itaipu já soma 78.293.230 MWh, quantidade que poderia atender o consumo de energia elétrica do estado de São Paulo por 7 meses.

 

Quarto melhor outubro em Itaipu

A quantidade de energia gerada pela usina de Itaipu em outubro de 2017 foi a quarta maior marca para este mês específico desde o início das operações, em 1984. O recorde para outubro é do ano de 2016, quando foram gerados 8.489.774 MWh. Em 2016, Itaipu registrou seu recorde anual de produção de energia. Confira as quatro maiores gerações de energia de Itaipu em outubro.

 

 

Maiores produções de energia em outubro na usina de Itaipu

 

 

Chuva muito acima da média

O volume de chuva que caiu sobre a região de Foz do Iguaçu em outubro de 2017 foi muito elevado. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou 465 mm, o que representa pouco mais do dobro da média de chuva histórica para outubro que é de 220 mm. Toda a região do rio Paraná, que alimenta Itaipu, recebeu muito mais chuva do que o normal durante o mês de outubro de 2017, contribuindo para o excepcional resultado de geração de energia.

 

Outubro chuvoso e elétrico no Sul do Brasil

 

Alívio para o sistema elétrico nacional

A chuva insuficiente no Centro-Oeste, Sudeste e no Nordeste do Brasil nos últimos quatro verões deixou o Brasil numa situação preocupante em relação à produção de energia hidrelétrica. A "caixa d´água" do país, que são os principais reservatórios para a geração de energia hidrelétrica localizados no Centro-Oeste e no Sudeste do Brasil, está com nível de água muito baixo. Já o reservatório de Itaipu opera atualmente dentro da cota normal para esta época.

 

Para manter o país aceso, o governo federal vem usando as usinas térmicas, que geram energia a um custo mais alto, elevando a conta de luz mensal que os brasileiros pagam. A produção acima do normal para o período de Itaipu, junto com o aumento da geração eólica, deu um alívio temporário ao sistema elétrico nacional.

 

Até quando a conta de luz vai continuar subindo?

 

Recorde mundial de geração de energia

Itaipu é a única hidrelétrica do mundo a superar a produção anual de 100 milhões de megawatts-hora (MWh), com o recorde de 103.098.355 MWh, em 2016. O recorde mundial anterior foi da usina chinesa de Três Gargantas, cuja capacidade instalada, de 22.400 MW, é 60% superior a de Itaipu. Em 2014, seu recorde foi de 98,8 milhões de MWh.

 

 

Foto: usina de Itaipu,  Foz do Iguaçu (PR), Itaipu Binacional - Fotos Públicas

 

#Fotografeotempo! A sua foto poderá ficar em destaque. Participe!

 

seu vídeo pode ser divulgado no nosso canal do Youtube, no site e nas redes sociais. É só gravar a condição do tempo e mandar para o nosso Whatsapp: 11 9 9420-7548.

 

Notícias - informações importantes do tempo e do clima

 

Agroclima Pro: produtividade e redução de custos para o seu negócio

 

CIDADES RELACIONADAS

São Paulo - SP

13°
min

20°
max

0mm / 0%