Temporais ficam mais comuns na primavera

08/11/2017 às 17:57
por Josélia Pegorim

Oferecimento
Todas as Regiões do país já tiveram chuva volumosa em novembro

Com o aumento do calor e da disponibilidade de umidade no ar sobre o Brasil, os temporais de primavera se espalham pelo país. A chuva volumosa é bem vinda para encher os rios, reservatórios e as represas para o abastecimento de água,  mas podem causar grandes prejuízos materiais e até mortes. Em outubro, a chuva volumosa se concentrou sobre os estados da Região Sul, em Mato Grosso do Sul  e em São Paulo. Mas nos primeiros dias novembro, os temporais se espalharam por todas as Regiões do país.

 

Entre a noite do dia 7 e a madrugada de 8 de novembro de 2017, tempestades muito fortes foram observadas entre o centro-norte de Goiás, nordeste de Mato Grosso e o centro-sul do Tocantins. O que mais chamou a atenção foi o grande volume de chuva em pouco tempo. 

 

Tecnicamente já se considera chuva forte um volume de 20 mm acumulados em 1 hora. Em vários locais destas regiões, as estações meteorológicas automáticas operadas pelo Instituto Nacional de Meteorologia registraram mais de 40,0 mm em 1 hora ou mais de 50,0 mm em apenas 2 horas de precipitações. 

 

São Miguel do Araguaia (GO): 43,0 mm em 1h

Santa Fé do Araguaia (TO): 51,2 mm em 2h

Formoso do Araguaia (TO): 60,0mm em 2h

Cristalina (GO): 40,8 mm em 1h​

São Félix do Araguaia (MT): 47,2 mm em 1 h

Araguaçu (TO): 40,4 mm em 1h

 

Volumes de chuva tão intensos e em pouco tempo como esses são bastante destrutivos e causam repentinos alagamentos nas cidades. Em geral, o impacto nos  centros urbanos é maior do que no campo. Estes volumes representam pelo menos 50% da chuva acumulada em 24 horas, entre 7 e 8 de novembro. Em todos estes locais, o total de chuva acumulado entre 10 horas do dia 7 e 10 horas do dia 8 de novembro (hora de Brasília) ficou entre 70 mm e 100 mm.

 

As imagens de satélite das nuvens que provocaram estas tempestades também causaram grande impacto. No padrão de cor adotado pela Climatempo, as manchas vermelhas e amarelas representam as nuvens mais carregadas, com maior potencial para tempestades. Mas nas manchas amarelas, o risco de chuva volumosa é ainda maior do que no vermelho.

 

A sequência de imagens abaixo mostra a nebulosidade entre 2 horas e 5h30 horas da madrugada de 8/11/17

 

TO -GO temporais_1

 

 

Nesta outra sequência, as imagens foram captadas entre 00 hora e 8h30 de 8/11/17

 

 

Brasília (DF) temporal 8-11-17

 

 

Confira a previsão para todas as Regiões do Brasil para os próximos 5 dias

 

 

Tempestades como estas e até mais intensas podem acontecer em diversos locais de todas as Regiões do Brasil no decorrer da primavera e do verão. As precipitações se tornam mais frequentes e mais intensas nestas estações quando o Brasil tem maior disponibilidade de ar úmido e quente.

 

Entenda como se formam as nuvens de tempestades

 

 

Foto de Gleive Marcio Rodrigues, Palmas (TO)

 

#Fotografeotempo! A sua foto poderá ficar em destaque. Participe!

 

seu vídeo pode ser divulgado no nosso canal do Youtube, no site e nas redes sociais. É só gravar a condição do tempo e mandar para o nosso Whatsapp: 11 9 9420-7548.

 

Notícias - informações importantes do tempo e do clima

 

Agroclima Pro: produtividade e redução de custos para o seu negócio

 

 

CIDADES RELACIONADAS

Palmas - TO

19°
min

34°
max

0mm / 0%

São Paulo - SP

13°
min

20°
max

0mm / 0%