A previsão do tempo vai acabar no Brasil?

12/12/2017 às 12:38
por Redação

Oferecimento
Veja como é feita as análises que chegam até você

Algumas informações que circularam na mídia divulgaram que a previsão do tempo poderia acabar no Brasil e recebemos diversas mensagens com dúvidas sobre o que isso poderia acarretar. Será que isso pode acontecer, mesmo?

 

Vale lembrar que há 30 anos não tínhamos acesso a informações do tempo e do Clima tão rápidas como observamos hoje, seja pela televisão, rádio, internet ou direto do celular. Como ficar sem a previsão do tempo em um país com uma extensão territorial tão grande e diversificada onde a informação meteorológica é necessária para a tomada de decisão?

 

A Climatempo é a principal empresa privada de meteorologia do país e analisa muitos dados ao mesmo tempo e de várias áreas da atmosfera e também do mar. É preciso fazer uma enorme quantidade de contas. Tecnicamente analisar a termodinâmica, dinâmica e a sinótica do ar e do mar. Este trabalho complexo é realizado todos os dias para entregar a melhor previsão do tempo para você. Assista o vídeo abaixo e veja como tudo funciona:

 

 

Como você viu, são diversas fontes de dados analisadas e, não é só de um único computador que se faz o trabalho todo. Estes supercomputadores, além de fazer as contas, transformam os insumos em mapas, gráficos e, é o meteorologista que analisa todos os dados de modelagem numérica e tira a conclusão que é a previsão do tempo.

 

Os radares e satélites também são instrumentos importantes e que auxiliam o trabalho do meteorologista na análise da previsão do tempo. Ou seja, o meteorologista com sua experiência tem um papel fundamental neste processo de interpretação dos dados.

 

Então, a conclusão é exata: a previsão do tempo não irá acabar.

 

Consulte sempre nosso site www.climatempo.com.br e tenha a melhor informação meteorológica para planejar o seu dia a dia.

 

Conheça também o Agroclimapro a melhor plataforma de consulta meteorológica para o produtor rural brasileiro. Clique aqui: