Destaques do tempo no BR em 28/8/18

28/08/2018 às 23:01
por Josélia Pegorim

Oferecimento
Chuva volumosa em frio em Vitória (ES). Calor chega aos 40°C em MS. Umidade do ar abaixo dos 30% em muitos estados.

Confira alguns destaques do tempo no Brasil em 28 de agosto de 2018.

 

Temperatura baixas

(INMET - automáticas)

Parque Nacional do Itatiaia (2450 m de altitude): -2,0°c

General Carneiro (PR): 1,0°c

Serafina Correa (RS): 2,3°C

Rancho Queimado (SC): 2,6°C

 

Grande aquecimento em São Paulo

São Paulo esquentou cerca de 10°C nesta terça-feira, 29. Por volta de 15 horas, os termômetros indicavam 25°C no aeroporto Campo de Marte, na zona norte paulistana. Na segunda-feira, no mesmo horário, a temperatura era de apenas 15°C. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou 24,8°C às 15 horas, contra 16,8°C no dia anterior.

Todo o estado de São Paulo vai ficar mais quente e seco nos próximos dias.

 

Chuva volumosa no ES

O Espírito Santo foi uma das poucas áreas do país que tiveram chuva em 28/8/18. Mas a chuva caiu moderada a forte em alguns locais. Entre 20 horas do dia 27 e 20 horas de 28 de agosto choveu 47,0 mm em Santa Teresa, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia. No mesmo período choveu 40,6 mm em Vila Velha.

 

Chuva e frio em Vitória

A passagem recente de uma frente fria deixou o tempo chuvoso e derrubou a temperatura em Vitória, capital do Espírito Santo. O INMET registrou 40,1 mm acumulados entre 9 horas do dia 27 e 9 horas de 28 de agosto.  Como a média para este mês é de aproximadamente 50 mm, choveu quase a chuva do mês em 24 horas. O total de chuva acumulado em 28 dias em agosto foi de 83,3 mm, segundo o INMET, 68% acima da média.

Com o tempo chuvoso, a temperatura ficou baixa o dia todo. A máxima em Vitória no dia 28 de agosto, segundo o INMET,  foi de apenas 22,2°C. Esta foi a segunda menor temperatura máxima em Vitória este ano. O recorde de menor máxima é de 21,8°C em 26 de maio e em 25 de julho.

 

 

Linha de Instabilidade no Amazonas

Uma grande Linha de Instabilidade se formou na divisa do Amazonas com o Pará e avançou para oeste, passando forte sobre Manaus. O CEMADEN – Centro Nacional de Monitoramento e Desastres Naturais - registrou quase 15 mm em 1 hora sobre a cidade. Em Rio Urubu choveu aproximadamente 38 mm e em Presidente Figueiredo, 25 mm.

 

Foto de Leandro Fernandes, Manaus (AM)

 

Chuva no leste da BA

A infiltração de umidade marítima foi grande sobre a Bahia. Em Barreiras, no extremo oeste do estado, a umidade relativa do ar (ura) às 15 horas de 28 de agosto foi de 33% e na mesma hora do dia anterior, 27, foi de 23%. Muitas nuvens se formaram pelo interior do estado, mas a chuva ficou concentrada no leste baiano. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou quase 26 mm acumulados em Amargosa e 17 mm em Cruz das Almas.

 

Ar seco

Baixos índices de umidade no ar, menores do que 30%, voltaram a ocorrer em diversos estados brasileiros. O INMET registrou 12% em São Joaquim (SC), 13% em Patos (PB), 14% em São José dos Ausentes (RS), 15% em Marianópolis do Tocantins (TO) e em Alto Paraíso de Goiás (GO), 17% em Picos (PI), 19% em Sonora (MS) e em Balsas (MA), 20% em Santana do Araguaia (PA), 21% em Iguatu (CE) e em Vila Bela da Santíssima Trindade (MT), 22% em São Romão (MG), 22% em Ouricuri (PE).

 

Rajadas de vento moderadas a fortes no BR

Um grande sistema de alta pressão atmosférica que está sobre o mar, na costa da Região Sudeste, provoca rajadas de vento moderadas a fortes sobre o Nordeste, parte do Norte e do Centro-Oeste do Brasil.

O Instituto Nacional de Meteorologia registrou rajada de 64 km/h em Palmas (TO), 62 km/h em Gama (DF), 61 km/h em São Miguel do Araguaia (GO), 58 km/h em Piatã (BA).

 

Calorão de 40°C em MS

O INMET registrou 40,5°C em Sonora (norte de MS) às 14 horas local. Esta foi a maior temperatura no Brasil, em medição automática, que igualou com Gilbués, no Piauí.

 

Chuva não prevista em MT e MS

Pancadas de chuva moderadas e com raios ocorrem de forma não prevista em alguns locais de Mato Grosso, inclusive em Cuiabá, e em Sonora, no norte de Mato Grosso do Sul.

Na região de Cuiabá, o Cemaden - Centro Nacional de Monitoramento e Desastres Naturais - registrou 16,0 mm em 3 horas, entre 16h30 e 19h30 no Jardim Liberdade, No norte de Mato Grosso do Sul, depois de um calor de 40,5°C, choveu na região de Sonora, uma região do estado que está muito seca. O Instituto Nacional de Meteorologia 6,8 mm em 1 hora, entre 14 horas e 16 horas (local), mas o acumulado até 18 horas foi de quase 8,0 mm. Na hora da chuva, uma rajada de vento chegou aos 60 km/h.

 

CIDADES RELACIONADAS

Cuiabá - MT

18°
min

35°
max

0mm / 0%

Palmas - TO

22°
min

33°
max

0mm / 0%