Chuva volumosa provoca queda de barreiras no litoral de SP

08/11/2018 às 12:56
por Josélia Pegorim

Atualizado 08/11/2018 às 21:26

Oferecimento
Risco de deslizamentos ainda é alto até o fim de semana, mesmo com a diminuição da chuva.

A chuvarada que caiu no litoral de São Paulo entre a tarde de ontem e madrugada desta quinta-feira, 8 de novembro, causou alagamentos e novas quedas de barreiras em várias regiões  litorâneas. Em 12 horas choveu de 80 a quase 150 mm de forma generalizada. A Baixada Santista e o Litoral Norte foram os mais afetados pela chuva intensa. Em Bertioga, o Instituto Nacional de Meteorologia registrou 127 mm de chuva acumulados entre 9 horas de ontem e 9 horas de hoje.

 

Previsão do tempo

A chuva persiste nesta quinta-feira pelo litoral paulista. Porém, já não chove de forma tão volumosa e forte como ontem e na madrugada de hoje. O solo encharcou e a chuva continua hoje, menos intensa, mas não para. Tem previsão de mais chuva para amanhã, mas não deve ser volumosa, apenas moderadas.  Porém, qualquer chuva agora pode induzir novas quedas.

No fim de semana, o sol vai aparecer forte em várias horas, mas o solo ainda estará muito úmido e não dá para descartar algum deslizamento. A situação é de grande risco porque podem ocorrer outras quedas em locais diferentes dos que já ocorreram.

 

 

 

 

Veja quanto choveu no litoral de SP

 

Queda de barreiras

Houve quedas de barreiras tem vários pontos na Rodovia Rio-Santos (SP-055), entre Bertioga e São Sebastião, mas as interdições são parciais. Também houve queda de barreira na Oswaldo Cruz, na região de Ubatuba.

 

Segundo a concessionária Tamoios, o trecho de serra da rodovia dos Tamoios continua totalmente interditado e sem previsão de liberação. A interdição começou na madrugada desta quinta-feira, 8, por questão de segurança, quando foram registradas quedas de barreiras, de árvores e de postes de energia.

 

Na Baixada Santista, o grande volume de chuva causou alagamentos em ruas e avenidas e houve queda de árvores em algumas cidades da região. A Defesa Civil de Santos informou que os morros da cidade estão em estado de observação.

 

Mar agitado

Para complicar a vida da população do litoral paulista, o vento moderado a forte deixou o mar muito agitado. Além disso, a Lua passou pela fase nova ontem, 7 de novembro, o que ajudou a elevar o nível da maré.

A Marinha do  Brasil emitiu alerta para o risco de ressaca entre a região de Laguna, no litoral de Santa Catarina, até a região do Cabo de São Tomé, no litoral norte do estado do Rio de Janeiro. O alerta vale para o período entre 22 horas de 8/11/18, quinta-feira,  até 22 horas de 9/11/18, sexta-feira. As ondas podem chegar a 2,5 metros. Veja abaixo o aviso original que está no site da Marinha.

 

AVISO NR 963/2018

AVISO DE RESSACA

EMITIDO ÀS 1800 HMG - QUA - 07/NOV/2018

RESSACA ENTRE LAGUNA (SC) E CABO DE SÃO TOMÉ (RJ) A PARTIR DE 090000 HMG. ONDAS DE SE/E 2.5 METROS.

VÁLIDO ATÉ 100000 HMG.

CIDADES RELACIONADAS

Santos - SP

21°
min

28°
max

0mm / 0%

São Paulo - SP

18°
min

31°
max

4mm / 80%

FASES DA LUA

  • Crescente
    15/11
  • Cheia
    23/11
  • Minguante
    31/10
  • Nova
    07/11

ESTAÇÕES DO ANO

  • Primavera
    22/09
  • Verão
    21/12
  • Outono
    20/03
  • Inverno
    21/06