Capitais do CO tiveram calor muito acima da média em setembro

30/09/2019 às 21:35
por Josélia Pegorim

Oferecimento
Cuiabá registrou a maior temperatura do ano até agora entre as capitais. Média de temperatura à tarde em Goiânia ficou entre as mais altas desde 1961

Setembro de 2019 foi um mês muito quente no Centro-Oeste do Brasil. Os novos recordes de calor foram estabelecidos ao longo do mês nas capitais da Região. Temperaturas acima dos 42°C foram registradas em Mato Grosso e em Mato Grosso do Sul

 

Campo Grande (MS)

Em Campo Grande, setembro teve calor muito acima da média e chuva muito abaixo da média normal para o mês

Segundo o Instituto nacional de meteorologia , choveu 16,2 mm em 30 dias, sendo que a média de chuva para setembro é de 77,6 mm. A chuva de setembro de 2019 fiou 79% abaixo da média histórica.

A média das temperaturas máximas foi de 34,3°C e ficou 3,7°C acima da média normal para a máxima em setembro em Campo Grande que é de 30,6°C.

A média das temperaturas mínimas foi de 20,8° e ficou 2,6°C acima da média climatológica para a mínima em setembro que é de 18,2°C.

 

No dia 15 de setembro, a temperatura chegou aos 39,8°C, segundo o INMET, e foi a maior temperatura de 2019 até agora.

 

Cuiabá (MT)

Cuiabá, capital de Mato Grosso, teve o setembro mais quente pelo menos dos últimos 10 anos. Pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), a média provisória das temperaturas máximas ocorridas em setembro de 2019 foi de 38,8°C e ficou 4,5°C acima da média de referência de temperatura máxima para este mês, que é de 34,3°C.  Em setembro de 2012 e de 2010, a média das máximas foi de 38,0°C.

 

O calor deste setembro foi excepcional, mesmo para Cuiabá que está acostumada a registrar vários dias de 40°C. Mas este ano, a população conviveu com 14 tardes com temperatura igual ou superior 40°C. 

No dia 16 de setembro, a temperatura chegou aos 42,6°C, a maior do ano até agora e maior temperatura em 2019 dentre as capitais brasileiras, e uma das maiores temperaturas já registradas oficialmente pelo INMET no Brasil.

Pior que Cuiabá só Palmas, capital do Tocantins, que teve 16 dias em setembro com calor de 40°C ou mais.

 

A média das temperaturas mínimas em Cuiabá em setembro foi de 24,1°C, 3,0°C acima do normal para o mês que é de 21,1°C.

 

Cuiabá teve o setembro mais seco em 8 anos. Em setembro de 2019 choveu apenas 14,4 mm, 72% abaixo da média histórica que é de 51,3 mm. Foi a menor quantidade de chuva para um setembro desde 2011, quando choveu apenas 3 mm.

 

Brasília (DF)

Na escala anual, setembro teoricamente é o mês mais quente do ano em Brasília, com média de temperatura máxima de 28,4°C. Setembro de 2019 foi não só muito mais quente do que o normal na região da capital federal, como também mais seco do que em geral é.

 

Pelas medições do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), Brasília teve 13 dias com temperatura igual ou maior a 32°C, que é um valor muito alto para os padrões climáticos normais de Brasília.

A média provisória das temperaturas máximas registradas em setembro foi de 31,4°C e ficou entre as 10 mais altas já observadas em Brasília, desde o começo das medições em, setembro de 1961. Este valor ficou 3,0°C acima da média climatológica de temperatura máxima para setembro que é de 28,4°C.

 

No dia 21 de setembro, a temperatura chegou aos 34,9°C, a maior de 2019 até agora em Brasília

A média provisória das temperaturas mínimas foi de 18,5°C e ficou 1,3°C acima da média normal de mínima para setembro que é de 17,2°C.

 

Chuva muito abaixo da média

O INMET registrou 8,7 mm de precipitação no mês, concentrados nos últimos 5 dias do mês, e 81% abaixo da média histórica para este mês que é de 46,6 mm. 

Setembro de 2019 foi o setembro mais seco em 8 anos em Brasília, desde 2011, quando choveu apenas 7,0 mm.

 

 

Foto de Regina de Melo Botelho, Goiânia (GO)

 

 

Goiânia (GO)

É possível que setembro de 2019 tenha sido o setembro mais quente, e o segundo mês mais quente, já registrado em Goiânia, em relação à temperatura medida à tarde, pelo menos desde 1961. Existem falhas no banco de dados público do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), o que impede uma pesquisa mais acurada. 

 

Mas que fez muito calor em setembro de 2019, qualquer goianiense poderá confirmar. Pela medição do INMET, Goiânia teve 13 dias com temperatura à tarde superior aos 38°C. A única tarde fresca foi a do dia 26 de setembro, quando o céu ficou nublado, choveu e a temperatura máxima ficou em torno dos 23°C. Neste dia, o nível de umidade no ar às 15 horas foi de 84%. Em todas as demais tardes, a umidade relativa do ar em geral ficou entre 12% e 30%.

A média provisória das temperaturas máximas de setembro foi de 36,6°C, 3,6°C acima  da média climatológica de temperatura máxima para este mês que é de 33,0°C. Na escala anual, setembro é o mês mais quente em Goiânia, com a maior média de temperatura máxima.

No dia 22 de setembro, a temperatura chegou aos 39,3°C, a maior de 2019 até agora na capital de Goiás

A média provisória das temperaturas mínimas foi de 21,1°C e ficou 2,4°C acima da média normal de mínima para setembro que é de 18,7°C.

 

Setembro seco

A única chuva em Goiânia em setembro ocorreu entre os dias 25 e 27 num total de 18,6 mm. Este valor ficou 65% abaixo da média histórica para este mês que é de 52,8 mm

Setembro de 2019 foi o segundo setembro mais seco em Goiânia desde 2011, quando este mês teve apenas 1,2 mm de precipitação em 30 dias.

 

 

CIDADES RELACIONADAS

Cuiabá - MT

24°
min

36°
max

10mm / 90%

Palmas - TO

24°
min

34°
max

15mm / 80%

FASES DA LUA

  • Minguante
    17/01
  • Nova
    24/01
  • Crescente
    03/01
  • Cheia
    10/01

ESTAÇÕES DO ANO

  • Verão
    22/12
  • Outono
    20/03
  • Inverno
    20/06
  • Primavera
    22/09