Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Um pouco de umidade para Cuiabá, Goiânia e Palmas

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

Foto: Palmas (TO), por Gleive Marcio

3 min de leitura

Foto: Palmas (TO), por Gleive Marcio

 

Enquanto áreas no Sul do Brasil sofrem com o excesso de chuva, como o Vale do Itajaí (SC), outras passam por estiagem, calor e ar seco, com níveis de umidade relativa muito abaixo do ideal para o conforto e saúde humana. As capitais Palmas (TO), Goiânia (GO)  e Cuiabá (MT), já estão a mais de 40 dias sem chuva significativa e na tarde desta quarta-feira (09) registraram umidade relativa abaixo dos 30% (estado de atenção). 

 

A baixa umidade concentra maior quantidade de poluentes na atmosfera e é prejudicial à saúde das pessoas, especialmente para quem já problemas respiratórios.

 

Um pouco de umidade para Cuiabá e Goiânia

 

A região de Cuiabá e de Goiânia devem ter um breve alívio da secura do ar nos próximos dias com a passagem de uma grande frente fria pelo Brasil. 

 

Para Cuiabá, a previsão é de chova um pouco nesta quinta-feira, 10, e também na sexta, 11 de junho. Já Goiânia poderá ter algumas pancadas de chuva nesta próxima sexta-feira e no fim de semana. Mas a chuva que ocorrer não deve ser volumosa e nem vai se estender por muitas horas.

 

Chance de chuva em Palmas 

 

Tanto Goiânia como Cuiabá poderão ter pancadas de chuva já na segunda-feira, 14 de junho. Mas a grande expectativa neste dia será pela formação de áreas de instabilidade sobre o Tocantins e a ocorrência de pancadas de chuva em vários locais do estado, inclusive sobre Palmas.

 

 

Queimadas em MT

 

A condição de tempo seco aumenta o risco para queimadas. Até o momento, o estado com o maior número de focos é Mato Grosso, com 3.820 registrados entre o início do ano e até hoje (09/06), segundo dados do INPE - Instituto de Pesquisas Espaciais. Isso é mais que o dobro do estado da Bahia, que ocupa a segunda posição no ranking de queimadas no país, com 1.532 focos.

 

Mesmo com ocorrência de um pouco de chuva nos próximos dias sobre Mato Grosso e até sobre o Tocantins, o cenário de seca não deve mudar muito. A temperatura vai continuar alta em Mato Grosso e a chance de alguma chuva significativa para o Brasil Central é muito baixa.

 

Segue o alerta para a população, em geral, para manter os cuidados com hidratação, uso de protetor solar e muita atenção ao descarte irregular de produtos que podem provocar focos de queimada, como por exemplo bitucas de cigarro nas rodovias.

+ mais notícias