Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Índia teve o segundo setembro mais chuvoso do século

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

5 min de leitura

De acordo com o Departamento de Meteorologia da Índia (IMD), as chuvas do final da monção da Índia se comportaram com o mês de Agosto tendo falta de 24% de precipitação no mês, com relação a sua média. Com isso, o Agosto de 2021 se apresentou como o sexto mais seco desde 1901. 

 

O que é chuva de monção na Índia?

 

Por outro lado, choveu muito em setembro de 20, que foi o segundo mês mais chuvoso deste século e o décimo mais chuvoso desde 1901. Foram 223mm na média de chuva no país, ficando 34% acima da média histórica que é de 166,6mm.


Estados na Índia que registraram muita chuva em setembro de 2021


Gujarat (400,5 mm, 268% média de setembro)
Rajasthan (175,3 mm, 175% média de setembro)
Haryana (187,5 mm, 139% média de setembro)
Delhi (232,1 mm, 101% média de setembro)
Maharashtra (350,5 mm, 95% média de setembro)
Telangana (290,1 mm, 78% média de setembro)
Punjab (143,2 mm, 77% média de setembro)
Odisha (384,8 mm, 70% média de setembro)

 

Além disso, a recuperação da precipitação mensal no final da temporada (ou seja, a diferença entre as chuvas de setembro e agosto) foi a mais forte desde 1901. O fraco desempenho das monções em agosto se deve a presença da fase negativa do Dipolo do Oceano Índico (IOD), a ausência da atividade de Oscilação Madden-Julian (MJO) na região da Índia e a redução de sistemas da baixa pressão atmosférica da monção da Índia.

 

A monção de verão geralmente vai de junho a setembro.

 

Normalmente a Índia tem, em média, cerca de 12 sistemas de baixa pressão em cada estação de monção, o que traz cerca de 70% das chuvas sazonais (de monções) sobre o país.

 

Em agosto de 2021 formaram-se apenas duas áreas de baixa pressão atmosférica e que provocaram chuva sobre a Índia. Em setembro foram seis áreas de baixa pressão atmosférica (incluindo o ciclone tropical Gulab e Shaheen), e que também foram fortes.

 

Chuva recente da pós monção

 

A chuva recente em Uttarakhand, na Índia, foi causada também por um sistema de baixa pressão atmosférica que interagiu com outros sistemas meteorológicos, produzindo chuvas recordes. É importante mencionar que a área de baixa pressão atmosférica permaneceu por um longo período da semana passada sobre o norte da Índia e Nepal.


Vale salientar que estamos na estação pós monção, que vai de outubro à dezembro. Durante essa pós monção, entre os dias 17 e 20 de outubro de 2021 ocorreram grandes inundações na Índia, como a mencionada recentemente.

 

Houve recorde de chuva em 24 horas, como os 340,8mm em Mukteshwar, em 19 de outubro. Este foi o maior volume de água em 24 horas desde 1897, segundo dados do Departamento de Meteorologia da Índia (IMD).

 

Além disso, na manhã do dia 19 de outubro foram registrados 535mm em Nainital, sendo que  a média histórica para o mês é de 280mm. Além de pontos do norte do país, outro local teve muita chuva neste outubro foi no sul da Índia, nas regiões de Kerala e Mahe, com mais de 500mm, o que já é mais do que o dobro da média histórica, que é de 233,4mm.

 

Tendência para os próximos dias

 

Uma área de baixa pressão atmosférica vai avançar nos próximos dias sobre o sul da Índia e poderá provocar mais de 300mm até o final da primeira semana de novembro. 

 

Veja também: As oscilações que atuam na região da Índia  

+ mais notícias