Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Confira a tendência de chuva para MG e BA nos próximos dias

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

IStock chuva tempestade temporal alagamento

4 min de leitura

Oferecido por

Foto: Ilustrativa - IStock

 

A chuva foi motivo de preocupação na última semana em áreas da Bahia e de Minas Gerais. Os volumes acumulados em poucos dias foram excepcionais e trouxeram muitos prejuízos para a população.

 

Os números de desabrigados e desalojados são extremamente elevados e muitas famílias ainda tentam recuperar os prejuízos após o rompimento de barragens. De acordo com a Defesa Civil, várias cidades entraram em situação de emergência por causa da chuva.

 

Entenda o motivo

A chuvarada aconteceu por causa de uma combinação de fatores. Ao longo da semana houve a formação de uma baixa pressão que, posteriormente, deu origem à Tempestade Subtropical Ubá.  Esse sistema de baixa pressão se formou e demorou pra se fortalecer.  Apesar de não atuar diretamente sobre Minas Gerais e Bahia, enquanto ele ainda estava em formação, o sistema canalizou toda a umidade sobre os estados citados.

 

"É como se fosse um aspirador de pó: o motor do aspirador é o centro da Baixa, que estava sobre o mar, e quando ligou esse aspirador, o cano dele sugou a umidade, formando esse corredor de nuvens carregadas." Explica a meteorologista Aline Tochio, da Climatempo.

 

Além dessa configuração de ventos, a presença de um cavado na média atmosfera também favoreceu a formação das nuvens de chuva. O cavado é conhecido por estar associado a mau tempo, ele facilita o levantamento do ar, e esse movimento é que o ajuda na formação das nuvens carregadas.

 

Com isso, a combinação de toda essa configuração de ventos que ficou "parada" por vários dias no mesmo lugar, fez a chuva se concentrar no mesmo lugar por vários dias seguidos.

 

A chuvarada ainda pode se repetir na Bahia e em Minas Gerais?

A chuva da semana passada ficou concentrada principalmente nas áreas do sul e oeste da Bahia e nas áreas mais ao norte de Minas Gerais, incluindo a região do Vale do Jequitinhonha. No município de Itamaraju(BA), a chuva acumulou quase 500 mm em menos de 5 dias. Este valor representa mais do dobro da média para todo o mês, pois a média de chuva normal para dezembro nesta região varia de 175 mm a 200 mm.


Apesar da chuva prevista nos próximos dias, não há previsão para essa chuvarada novamente. A chuva tende a ser mais isolada e com volumes bem menores. Em Itamaraju, por exemplo, entre segunda(13) e sexta(17) só deve chover entre 10 e 20mm.

 

Mesmo assim, o alerta segue devido ao solo já saturado neste período. A população ainda enfrenta muitas consequências da chuva registrada.

 

download (45)

 

Semana com bastante chuva no Sudeste, Centro-Oeste e Norte do BR

 

Alerta no BR

Vale ressaltar que, apesar da diminuição da chuva nas áreas citadas acima, muitas áreas de Minas ainda vão receber temporais ao longo dos próximos dias. Um grande corredor de umidade(que pode se organizar como uma ZCAS), vai influenciar as condições de chuva sobre o país nesta semana. Há risco para temporais especialmente entre o Sudeste, Centro-Oeste e Norte.

 

Confira aqui os detalhes da chuva prevista para o Brasil nesta semana

 

 

 

Conteúdo em Vídeo

Notícias Recomendadas

+ mais notícias