Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Previsão do clima no RJ no outono 2022

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

5 min de leitura


O verão está chegando ao fim. O equinócio de outono (início do outono) no Hemisfério Sul ocorre no próximo fim de semana, no dia 20 de março, às 12h33, pelo horário de Brasília

 

Foto: Rio De Janeiro (RJ), por Marcos Pristo

 


Outono no Rio de janeiro

 

O outono na cidade do Rio de Janeiro, e no estado do Rio de forma geral, vai começar com a chegada de uma forte frente fria, que vai causar uma grande queda de temperatura pondo do fim a longa sequência de dias de muito calor que foram observados durante a primeira quinzena de março de 2022.

 

Mas isso não significa que o estado do Rio de Janeiro terá um outono frio. De forma geral, a tendência é de que a temperatura fique próxima da normalidade para estação. Isso significa algumas noites frias, mais tarde bastante agradáveis, sem o calor exagerado. 

 

A chegada desta nova frente fria no início do outono de 2022 é apenas uma coincidência. Outra  frente fria está prevista para chegar ao estado do Rio por volta do dia 26 ou 27 de março. 

 

Cariocas e fluminenses devem ficar atentos porque a segunda quinzena de março, que coincide com as duas primeiras semanas do outono, será marcada por chuva frequente, que pode causar transtornos em várias localidades do estado do Rio, incluindo a cidade do Rio e também Petrópolis.

 

O outono de 2022 terá influência do fenômeno La Niña e que se intensificou em relação ao observado no começo do verão de 2022. Este fenômeno terá grande influência na precipitação, especialmente no mês de abril.

 

O La Niña é caracterizado pela presença de água com temperatura abaixo da média no oceano Pacífico Equatorial central e leste, ao largo da costa do Peru.

 

Abril

 

Em abril de 2022 há uma preocupação com a chuva  volumosa no litoral e Norte/ Noroeste Fluminense, que devem terminar o mês com chuva um pouco acima do normal. Mas o Grande Rio, a região serrana e outras áreas litorâneas ainda podem ter episódios de chuva volumosa em abril.

 

A passagem das frentes frias ativa a circulação marítima dos ventos que vai injetar bastante umidade sobre o estado do Rio de Janeiro em abril. Isso vai fazer com que o Grande Rio e outras áreas fluminenses tenham muitas nuvens durante o mês, mas nem sempre muita chuva. A temperatura fica próxima da normalidade

 

Maio

 

Durante o mês de maio, teremos a passagem das frentes frias fortes pelo estado do Rio de Janeiro, que provocam alguma chuva, mas que não deve ser intensa e nem duradoura. O volume de chuva esperado para maio deve ficar dentro a um pouco abaixo do normal no estado do Rio de Janeiro, incluindo a capital. 

 

As frentes frias de maio vão trazer as primeiras massas de ar frio de origem polar de forte intensidade, com potencial para provocar queda de temperatura bastante acentuada. O frio mais intenso deve ser sentido no decorrer da segunda quinzena de maio. Porém, a combinação de muita nebulosidade e ventos frios vai manter a temperatura abaixo do normal por muitos dias seguidos.

 

Junho

 

Para o mês de junho, a expectativa é de que as precipitações no estado do Rio de janeiro fiquem dentro da normalidade, o que significa poucos eventos de chuva, que acontecem durante a passagem das frentes frias. Essas frentes frias  podem ser fortes, com ventos intensos, que deixam o mar bastante agitado. 

 

É durante o mês de junho aqui também teremos massas de ar frio de forte intensidade causando queda de temperatura acentuada.

 

 

+ mais notícias